CCM | Concerto “Terras do Sul – Quatro Estações” fecha temporada em Julho

Está agendado para o dia 28 deste mês o concerto que encerra a temporada de concertos da Orquestra Chinesa de Macau. Intitulado “Terras do Sul – Quatro Estações” conta com a presença do maestro Chang Yu-An, Lai Yi-Chun, solista de dizi, e ainda Tsai Yu-Tung, intérprete de sanxian, instrumento tradicional chinês

 

“Terras do Sul – Quatro Estações” é o nome do próximo concerto de música clássica a decorrer no dia 28 de Julho, às 20h, no grande auditório do Centro Cultural de Macau (CCM). Trata-se do espectáculo que encerra a temporada de concertos da Orquestra Chinesa de Macau (OCM), e que traz três convidados ao palco.

Um deles é o maestro Chang Yu-An, vencedor do primeiro prémio do Concurso Internacional de Regência do Instituto de Música de Bucareste (BMI), seguindo-se Lai Yi-Chun, solista de dizi, flauta de estilo chinês, e Tsai Yu-Tung, intérprete de sanxian, outro instrumento tradicional chinês.

Segundo uma nota do Instituto Cultural (IC), que promove o concerto, trata-se de “um espectáculo fantástico em que se podem apreciar composições sobre o sul da China e a suite das quatro estações”.

A OCM e os convidados irão interpretar composições musicais clássicas como “Concerto para Bangdi – Chá de Pau de Canela” do compositor malaio Kong Su Leong, bem como “Concerto para Sanxian – Aleppo”, do compositor singaporeano Wang Chenwei.

Inspirações antigas

No caso do “Concerto para Bangdi – Chá de Pau de Canela”, a composição musical inspira-se na antiga receita, com o mesmo nome, oriunda da medicina tradicional chinesa, interpretada por Lai Yi-Chun.

Já o “Concerto para Sanxian – Aleppo” é dedicado à cidade da Síria, Aleppo, destruída pela guerra no país. Tsai Yu-Tung, o músico que toca sanxian, “irá registar a magnificência e a declínio desta cidade antiga, deixando ao público um espaço ilimitado para a imaginação”.

Este concerto conta ainda com várias peças clássicas de música chinesa, nomeadamente, o conjunto “Primavera”, “Verão”, “Outono” e “Inverno”, composição criada por Lu Liang-hui, que retrata “a vida ao longo das quatro estações com melodias belas e comoventes”. Desenha-se, assim, “um final perfeito para a temporada de concertos” da OCM, descreve o IC.

O mais recente espectáculo da temporada de concertos da OCM decorreu no dia 5 de Julho, na Igreja de S. Domingos. Sob a batuta do maestro Moses Gay, ouviu-se mais um espectáculo com a presença de vários instrumentos musicais chineses, nomeadamente o erhu, tocado por Huang Xiaoquing, e guzhen, tocado por Lee Mei Ian e Sarah Choi. Kuok Ka Ieng tocou yangin, um dulcimer martelado chinês com influências de outros instrumentos como o santur iraniano ou dulcimer europeu.

Neste espectáculo tocaram-se composições como “Conto da Nuvem Arco-Íris”, com composição de Zhou Yuguo, e “Sonhos sobre a Eterna Tristeza”, de Chen Yun Yun.

Subscrever
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários