PARTILHAR
O Benfica de Macau estreia-se na fase de grupos da Taça AFC diante do Hang Yuen de Taiwan. O técnico das águias promete uma equipa fiel à sua identidade, à procura da posse da bola

O Benfica de Macau entra esta noite para a História como a primeira equipa do território a disputar um jogo da fase de grupos da Taça da Confederação Asiática de Futebol (AFC, na sigla inglesa). No Estádio de Macau, pelas 20h00, as águias vão ter pela frente o Hang Yuen, que terminou o campeonato de Taiwan no terceiro lugar, na temporada passada.

Ao contrário do habitual, o Benfica de Macau vai defrontar uma equipa com argumentos para colocar em causa o domínio que normalmente exerce nas partidas da Liga de Elite. No entanto, o treinador dos tetracampeões de Macau promete ser fiel à identidade do grupo de jogadores que tem ao seu dispor.

“A nossa identidade é para manter neste jogo. Se pudermos ter mais posse de bola do que o adversário vamos tê-la. Mas também temos de ter em mente que eles são uma equipa mais experiente do que os nossos adversários na Liga de Elite e que tem jogadores profissionais”, disse Bernardo Tavares, treinador da águias, ontem durante a conferência de imprensa de lançamento da partida.

“O nosso adversário ainda não começou o campeonato. Conseguimos ter acesso a alguns vídeos dos jogos, mas dos amigáveis mais recentes que disputaram, inclusive no Japão, não tivemos. Por isso, a equipa está preparada com diversos planos para este encontro”, explicou o técnico dos encarnados.
Em relação aos objectivos para a partida, Bernardo Tavares limitou-se a prometer uma formação a “fazer o melhor possível”, com consciência de que o encontro se trata de “uma oportunidade única para o Benfica e para o futebol de Macau”.

Na conferência de imprensa esteve igualmente Vinício Alves, jogador local das águias. O atleta considerou que o encontro é uma forma do Benfica de Macau mostrar aquilo de que é capaz.
“Para o ano, as equipas de Macau já têm de jogar novamente a qualificação, não há entrada directa. Por isso, estamos a ter uma oportunidade única com esta participação. Temos a responsabilidade de mostrar o que o Benfica de Macau consegue fazer, vamos dar tudo em campo”, afirmou o jogador.

Equipa forte

Por sua vez, o treinador do Hang Yuen, Hung Ching-huai, definiu o Benfica de Macau como uma equipa esforçada, que se destaca pela força física dos jogadores. Apesar da diferença de nível entre as ligas de Taiwan e Macau, o técnico recusou assumir o favoritismo para o encontro.

“Estamos a falar de dois tipos de futebol diferentes. Por isso, acho que as hipóteses são de 50 por cento para cada uma das equipas”, afirmou Hung Ching-huai. “Analisámos o Benfica através de vídeos, sabemos que são uma equipa forte e muito esforçada. Já a minha equipa é mais móvel e tem a qualidade do passe como um dos pontos fortes”, acrescentou.

O técnico considerou ainda que as equipas norte coreanas são as mais fortes do grupo e apontou o 25 de Abril como o principal favorito. “É uma equipa com jogadores com muita qualidade e conta com alguns ex-internacionais”, explicou.
O outro encontro do grupo coloca frente-a-frente 25 de Abril e Hwaepul e está agendado para as 15h30, de hoje.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here