PARTILHAR
060425-N-9088T-005 South China Sea (April 25, 2006) - USS Mobile Bay (CG 53), USS Russell (DDG 59) and USS Shoup (DDG 86) perform a Pass Exercise with the HTMS Rattanakosin (FSG 441) of the Royal Thai Navy in the South China Sea. The Nimitz-class aircraft carrier USS Abraham Lincoln (CVN 72) and embarked Carrier Air Wing Two (CVW 2) are currently underway to the western Pacific for a scheduled six-month deployment. U.S. Navy photo by Intelligence Specialist 1st Class John J. Torres (RELEASED)

O Ministério da Defesa Nacional da China expressou na quarta-feira a sua forte oposição à entrada não autorizada de uma embarcação de guerra norte-americana nas águas da China na costa das ilhas Xisha no Mar do Sul da China, indica o Diário do Povo.

A força naval da China enviou uma fragata, dois aviões-caça e um helicóptero para avisar a embarcação norte-americana que se afastasse, indicou o ministério em um comunicado.

O destroyer Chafee da armada norte-americana entrou na terça-feira nas águas territoriais da China ao redor das ilhas Xisha, indicou o ministério, que acrescentou que a provocação violou a soberania e a segurança da China, afectou a confiança mútua entre os dois exércitos e a estabilidade regional.

O exército chinês fortalecerá mais sua capacidade de defesa naval e a aérea para salvaguardar a soberania e a segurança, pode ler-se no comunicado.

“Trata-se de uma etapa crítica para o desenvolvimento da relação entre os exércitos chinês e norte-americano. Pedimos que os EUA tomem medidas firmes para corrigir os seus erros e injectem energia positiva às relações bilaterais”, disse o ministério.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here