Coreia do Norte | Pequim e Moscovo juntos no apoio ao diálogo

A China e a Rússia reiteraram que as tensões na Península Coreana devem ser resolvidas de forma pacífica e que o “ciclo vicioso” tem de terminar, após ambos os seus líderes diplomáticos se terem encontrado esta segunda-feira, em Nova Iorque, à margem da Assembleia Geral das Nações Unidas.

Wang Yi, chanceler da China, afirmou que “o ciclo vicioso, que está a piorar, tem de ser interrompido”, e acrescentou que o reatamento do diálogo e das conversações para a paz é um passo necessário para a implementação das resoluções do Conselho de Segurança, no que diz respeito às armas nucleares e testes de mísseis da RPDC.

O caminho proposto pela China e pela Rússia para resolver a crise nuclear da RPDC é “realista e verosímil”, sendo que ambos os países devem trabalhar rumo à garantia de uma maior compreensão e apoio por parte da comunidade internacional, disse Wang.

Assino por baixo

O chanceler russo, Sergey Lavrov, por seu turno, disse que a Rússia partilha de uma posição “completamente idêntica” à China face à questão, referindo que os dois países devem trabalhar em conjunto para promover uma solução pacífica.

Na terça-feira também se assinalou o 12º aniversário da assinatura de um memorando de 19 de setembro de 2005, na quarta ronda das conversações a seis.

No comunicado de “9.19”, todas as partes reafirmaram o seu objectivo de desnuclearização da península por meios pacíficos. A RPDC prometeu abandonar as armas e programas nucleares e os EUA confirmaram não terem a intenção de atacar ou invadir o país.

O porta-voz da chancelaria chinesa, Lu Kang, disse na terça-feira que os conteúdos essenciais do comunicado são ainda os objetivos que as partes envolvidas na questão da Península Coreana “procuram atingir”.

O porta-voz disse acreditar que as partes serão capazes de encontrar uma forma de resolver a questão se decidirem unanimemente voltar aos princípios basilares contidos no documento conjunto.

Subscrever
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários