PARTILHAR
Os jogadores locais estiveram a vencer por 3-0 frente ao Wuhan Freeman, mas com o primeiro golo sofrido entraram numa fase de nervosismo, que só terminou com o empate. O 3-3 ficou a dever-se a um “frango” de Ho Man Fai, já no tempo de desconto

Aequipa da Associação de Futebol de Macau qualificou-se, ontem, para as meias-finais da Zona Sul 2 da 4.ª Divisão da China, depois de ter empatado diante do Wuhan Freeman por 3-3. Os atletas locais estiveram a vencer por 3-0, mas permitiram o empate na sequência de um erro do guarda-redes Ho Man Fai.

À equipa da Associação de Futebol de Macau valeu o facto de no outro encontro do Grupo A da Zona Sul 2, a formação do Hunan Mangguoba e o Hubei Chufeng Heli terem empatado, numa partida sem golos. Assim, a formação de Hubei qualificou-se em primeiro lugar do grupo, com nove pontos, Macau foi segundo, com quatro pontos, os mesmos que a formação de Hunan. Porém, como no primeiro encontro, a formação local tinha batido o rival directo por 3-1, conseguiu o apuramento. No último lugar terminou o Wuhan Freeman, com um ponto apenas.

As meias-finais realizam-se já hoje e Macau vai defrontar a formação que terminou em primeiro do Grupo A. À hora de fecho da edição do HM ainda não era conhecido o adversário, mas após os dois primeiros jogos o líder era a formação Wuhan Shangwen, já apurada, seguida por Guangzhou Glorious e ainda Hubei Wuhan Athletics Zaiming.

Valente susto

Em relação ao encontro de ontem, a formação de Macau entrou bastante tranquila e muito pressionaste. Durante a primeira parte o domínio foi praticamente absoluto.

Por esta razão, não foi uma surpresa que no primeiro tempo Carlos Choi Dion e Ng Ka Weng tenham colocado a formação da associação na frente do marcador, com o resultado em 2-0.

O regresso do intervalo parecia confirmar a vitória da equipa local, até porque conseguir chegar ao terceiro golo. Todavia, a formação orientada por Iong Cho Ieng acusou o primeiro tento sofrido. A partir dessa altura, os jogadores de Macau entraram numa fase completamente diferente.

O nervosismo apoderou-se dos atletas e as dificuldades começaram a surgir, até ser apontado o 3-2. Finalmente, naquele que foi praticamente o último lance da partida, Ho Man Fai tenta sair a um cruzamento rasteiro, mas deixa a bola passar entre as mãos. O esférico acabou por sobrar para um adversário que se limitou a encostar para o empate.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here