Fotografias abstractas de Vong Sek Kuan na Galeria 1884

A terceira exposição de fotografia da Galeria 1884 revela uma abordagem mais abstracta do fotógrafo de Macau Vong Sek Kuan. “Beginning Anew – Works by Vong Sek Kuan” abre ao público esta quarta-feira

 

No início foi a realidade que já não existe, a recordação de um passado que já poucos vão recordando. Assim foi o arranque da Galeria 1884, que começou por ser uma plataforma de recolha de fotografias de Macau antigo, mas que se transformou num espaço físico. Meses e duas exposições depois, a Galeria 1884 prepara-se para receber uma nova perspectiva da fotografia.

“Beginning Anew – Works by Vong Sek Kuan” é a mais recente exposição, que abre ao público esta quarta-feira, pela mão sábia da curadoria de Yoyo Wong, gestora de curadorias da galeria.

Esta iniciativa cultural é fruto do conhecimento de longa data do trabalho do fotógrafo, que é natural de Macau e que há décadas se dedica à profissão.

“Já conhecemos o trabalho de Vong Sek Kuan há muito tempo e sabemos que tem vindo a fazer novos projectos de forma constante. Consideramos que esses trabalhos têm muita qualidade e decidimos fazer a curadoria de uma nova exposição do seu trabalho”, contou Yoyo Wong ao HM.

Na galeria estarão expostas 14 fotografias a preto e branco, que “revelam rostos humanos ou outras figuras que a pessoa consegue distinguir quando olha para elas”.

“Ele tirou fotografias da água, cortou algumas imagens e criou outras mais abstractas, que podem mostrar muitas coisas. Parecem-se, por exemplo, com caligrafia chinesa”, acrescentou a curadora.

Yoyo Wong garantiu que a parte mais importante de organizar uma nova exposição é mostrar ao público um projecto de qualidade. “Como curadores queremos mostrar bons trabalhos, especialmente ao nível da fotografia, porque é esse o nosso foco principal. Queremos mostrar o trabalho de vários fotógrafos na Ásia, apesar de, nos últimos tempos, nos termos focado mais nos fotógrafos de Macau. Estamos abertos a várias possibilidades e este fotógrafo já tem uma grande experiência do ponto de vista criativo.”

“Beginning Anew – Works by Vong Sek Kuan” revela, sobretudo, “uma nova abordagem em termos de fotografia”. “Sentimos que faz sentido mostrar esta série de trabalhos inovadores de um fotógrafo de Macau, porque há muito tempo que temos uma parceria. São bons trabalhos e queremos mostrá-los ao público”, acrescentou.

Uma vez que se trata de uma mostra ligada ao abstraccionismo, Yoyo Wong acredita que o público terá diferentes sensações e ideias a olhar para as fotografias. “Como são abstractas então há muitas possibilidades de análise e de experiências. Podem gerar sentimentos diversos. Uma fotografia pode ter diferentes perspectivas, tudo depende daquilo que se vê. São mudanças perpétuas inspiradas pelo ciclo da natureza e pela forma como as coisas se movem.”

De acordo com a nota informativa da exposição, da autoria da equipa de curadores da galeria, “Beginning Anew – Works by Vong Sek Kuan”, “os padrões das fotografias podem parecer sem significado, mas na realidade estes contornos e formas têm uma relação muito próxima com a circulação constante. As pessoas, nos tempos antigos, encontraram diferentes maneiras de compreender o funcionamento do universo através das leis da natureza, e esta exposição também reflecte parte do pensamento do fotógrafo em relação à natureza”.

Vong Sek Kuan nasceu em Macau e foi instrutor do curso a preto e branco da “Macau Youth Association for Putonghua Promotion”, entre 1969 e 1979. No ano seguinte, começou o seu próprio negócio e desde 2007 que dá aulas de fotografia. É também membro do Conselho das Indústrias Culturais e director da Associação de Promoção das Indústrias Criativas de São Lázaro.

 

Fotografia em português

Com as portas abertas há alguns meses, a Galeria 1884 já recebeu cerca de cinco a seis mil visitantes e, de acordo com Yoyo Wong, o balanço é positivo. “Definitivamente, é um bom sinal e também um bom encorajamento para o nosso projecto”, confessou uma dos três responsáveis da galeria, que promete não ficar por aqui em termos de exposições.

Na agenda para os próximos meses está a ser pensada uma mostra de trabalhos de um fotógrafo do continente e até de Portugal. Contudo, Yoyo Wong não quis revelar nomes por estarem ainda a ser negociados os detalhes da exposição.

Subscrever
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários