PARTILHAR

A coreografia do clássico conto dos Irmãos Grimm, “Hansel e Gretel” vai ser apresentada nos próximos dias 13 e 14 no grande auditório do Centro Cultural de Macau. O espectáculo é encenado pela companhia premiada Ballet Escocês e promete “levar tanto as crianças como o público mais crescido a girar num carrossel de deliciosas guloseimas e destreza, contando uma história plena de magia e argúcia”. A coreografia será dividida em dois actos, refere um comunicado da organização.

Mantendo-se fiel às ideias mestras do conto original, a interpretação da companhia escocesa “reteve os elementos principais desta história infantil, procurando encontrar um novo público”, aponta. O coreógrafo Hampson substituiu o tradicional cenário medieval por um enquadramento inspirado em meados do século XX, “algures entre os anos 50 e 70”.

No que respeita à música que acompanha a coreografia, a peça foi escrita originalmente para a ópera homónima composta por Engelbert Humperdinck em 1891. Para este espectáculo foi rearranjada pelo maestro principal do Ballet Escocês, Richard Honner.

Uma história de sucesso

Fundada em 1957 por Peter Darrell e Elizabeth West, em Bristol, sob a designação de Western Theatre Ballet, a companhia mudou-se para Glasgow em 1969 e foi rebaptizada como Ballet Teatro Escocês, mudando para Ballet Escocês em 1974.

A companhia actua por todo o mundo, tendo como base do seu trabalho uma forte componente técnica clássica. O seu vasto repertório inclui tanto trabalhos clássicos como peças contemporâneas.

De entre os muitos prémios ganhos pelo Ballet Escocês, o destaque vai para o prémio do Círculo de Críticos 2008 “pelo seu Repertório de Excelência (Clássico), bem como a nomeação para o prémio de Companhia de Excelência pelos Prémios do Círculo de Críticos em 2009 e 2010”, refere o mesmo comunicado.

Como complemento às suas actividades de produção e digressão, o Ballet Escocês disponibiliza um vasto programa educacional e de apoio à comunidade. Estas iniciativas educativas incluem trabalhos com pessoas de todas as idades e níveis de capacidade. Como parte do seu empenho para chegar a um público mais alargado, o Ballet Escocês foi a primeira companhia do Reino Unido a disponibilizar descrição áudio ao vivo para os invisuais, mantendo actualmente um programa regular de espectáculos audiodescritos. Os bilhetes têm valores entre as 150 e as 380 patacas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here