PARTILHAR

O Governo da Colômbia anunciou na terça-feira que autorizou a pulverização de herbicidas nas plantações de cocaína com recurso a drones para travar o aumento de produção que se registou no país.

A decisão foi tornada pública um dia depois de ter sido divulgado um relatório da Casa Branca, em Washinton, Estados Unidos, que indicava um recorde de 209 mil hectares de cultivo de cocaína em 2017 na Colômbia.

O Presidente colombiano tinha banido a pulverização de herbicidas com recurso a aviões há três anos, devido ao ‘chumbo’ do tribunal constitucional, justificado por riscos ambientais e de saúde.

Contudo, Juan Manuel Santos sublinhou agora que os drones voam a mais baixas altitudes do que os aviões e que o risco da sua utilização é semelhante aos métodos das equipas de solo que pulverizam o herbicida com depósitos montados nas suas costas.

O Preside da Colômbia afirmou ainda que o seu objetivo passa por eliminar 110 mil hectares de cultivo de cocaína através da erradicação forçada e programas de substituição de plantações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here