PARTILHAR

Gavin Williamson, secretário de Estado da Defesa do Reino Unido, anunciou que uma das fragatas do país, HMS Sutherland, vai passar pelas águas do mar do Sul da China para assegurar o direito de livre navegação.

Actualmente, a fragata anti-submarino HMS Sutherland da Marinha Real britânica encontra-se numa visita à Austrália, onde a embarcação permanece desde o início da semana.

Enquanto isso, Williamson não especificou se o navio vai passar perto das ilhas controladas pela China – um acto geralmente praticado pelos EUA, o que por sua vez causa muitas críticas por parte de Pequim.

O mar do Sul da China é considerado uma área estratégica economicamente importante, atravessada por vias marítimas importantes, com potenciais fontes de petróleo, gás e outros recursos minerais. Os EUA vêm agravando as tensões em torno da situação efetuando na região patrulhamento e manobras em conjunto com seus aliados. De acordo com Washington, as suas acções visam assegurar a liberdade de navegação, enquanto Pequim as qualifica como actos de violação da sua soberania.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here