PARTILHAR

A marcha do Bairro Alto, segunda classificada nas Marchas Populares de Lisboa em 2017, vai participar nas paradas de celebração do Ano Novo Lunar, em Fevereiro, em Macau, anunciou ontem a directora dos Serviços de Turismo.

As paradas vão decorrer a 18 e a 24 de Fevereiro, terceiro e nono dias do Ano Novo Lunar, a primeira no sul de Macau e a segunda na zona norte da cidade, afirmou Helena de Senna Fernandes, em conferência de imprensa.

Este ano, o orçamento do evento é “de 27 milhões de patacas, o que representa um aumento de 5por cento” em relação a 2017, acrescentou.

O programa da parada em celebração do ano do cão conta com desfile e exibição de carros alegóricos, espectáculos, fogo de artifício e jogos para telemóveis, e a participação de 25 grupos artísticos de Macau, como o grupo de dança do Corpo de Polícia de Segurança Pública (CPSP), Associação de Danças e Cantares Portugueses “Macau no Coração”, Casa de Portugal em Macau, Casa do Brasil em Macau, Associação da Cultura Indiana de Macau, entre outros.

Além da marcha do Bairro Alto, participam também nove grupos estrangeiros oriundos de França, Espanha, Alemanha, Japão, Rússia, China interior e da Região Administrativa Especial de Hong Kong.

O enredo da parada, organizada pelo sexto ano consecutivo, tem como pano de fundo a história de uma matilha de “wong chois”, nome típico que os chineses costumam dar aos cães, que trazem aos residentes e turistas de Macau prosperidade, saúde e fortuna.

Organizada pela direcção dos Serviços de Turismo de Macau, a parada tem como coorganizadores o Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais (IACM), o Instituto do Desporto (ID) e o Instituto Cultural (IC). A Administração Nacional do Turismo da China é a entidade patrocinadora.

Em 2017, 935 mil pessoas visitaram Macau durante a semana do Ano Novo chinês, que este ano se assinala a 16 de Fevereiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here