PARTILHAR
Os aficionados do café já conhecem o espaço Terra, bem perto do Teatro D. Pedro V. Para quem gosta da bebida e vive na zona da areia preta, o Terra Drip Bar é a solução para momentos bem passados com imagens e música à sua volta

No centro da península o espaço é pequenino, e, quando está cheio, quase que dá para contar os clientes pelos dedos das mãos. É assim o café Terra, localizado perto do Teatro D. Pedro V. Apesar do espaço reduzido, os proprietários sempre quiseram mostrar algo mais do que servir café e refeições, tendo, desde o início, promovido alguns concertos de jazz e exposições de artistas locais.

Com o Terra Drip Bar, aberto recentemente na zona da areia preta, o objectivo é continuar a promover todas essas actividades culturais e de lazer, mas de uma forma mais abrangente. “Esta segunda loja tem quase o dobro do tamanho em relação à loja que temos junto ao teatro D. Pedro V, para que possamos fazer coisas diferentes em termos de exposição de fotografias ou concertos”, contou Kenny, proprietário, ao HM.

Um concerto com o músico português de jazz José Eduardo, no próximo domingo, entre as 20h00 e as 22h00, é a prova de que o Terra Drip Bar veio para trazer coisas novas. “Vamos tentar que ele venha uma vez por ano”, explicou Kenny.

O Terra Drip Bar deverá, portanto, seguir a linha do que tem vindo a ser feito nos últimos meses em termos de promoção da cultura local, nas suas várias vertentes. A título de exemplo, o café Terra já foi palco de um concerto promovido pela Associação Promotora de Jazz de Macau, bem como de uma exposição da artista Sandy Leong Sin U.

“Há cada vez mais colaboração entre cafés e artistas locais, e cada vez mais cafés estão a tornar-se em plataformas para novos artistas mostrarem o seu trabalho”, disseram, à data da inauguração do evento, os responsáveis pelo café Terra.

A concepção do Terra Drip Bar foi, também ela, pensada e estruturada de forma diferente, para que o espaço pudesse chegar a uma clientela um pouco diferente daquela que frequenta o café localizado no centro de Macau.

“Esta segunda loja faz parte da segunda fase do nosso projecto. Abrimos em colaboração com uma empresa de design, chamada Plano B, porque queríamos fazer algo diferente.”

Café e cerveja

Apesar do nome, o Terra Drip Bar não irá funcionar durante a noite e apenas terá a cerveja como bebida alcoólica disponível, sem esquecer as refeições ligeiras já disponíveis como as saladas ou as pizzas. A falta de recursos humanos obrigou os proprietários a fazer escolhas.

“Numa primeira fase abrimos do meio-dia às 20h00 apenas para servir café e cervejas. Não temos recursos humanos suficientes e no início não conseguimos estar abertos à noite.”

Kenny deseja que o Terra Drip Bar seja um sítio onde o café, a bebida principal da casa, não deixe ninguém descontente. “A segunda loja está localizada numa zona residencial e queremos chegar às pessoas que vivem aqui. Esperamos que possam ter café de qualidade aqui no nosso espaço, e não café de má qualidade. Abrimos na zona da areia preta porque queríamos tentar qualquer coisa nova, num lugar novo.”

Espalhar a marca

Com a abertura de um segundo espaço, Kenny tem o sonho de transformar a marca Terra numa pequena cadeia de cafés por todo o território, sem esquecer um lugar próprio para o seu tratamento.

“Depois desta loja estamos a planear abrir um negócio de torrefacção de café, para torrarmos os nossos próprios grãos de café. Claro que esperamos poder abrir mais lojas em locais diferentes, para podermos chegar a pessoas diferentes”, frisou.

Terra Drip Bar

La Cité Bloco 4, bairro da Areia Preta

Macau

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here