PARTILHAR

Iong Kong Io, presidente do Fundo de Segurança Social (FSS) confirmou ontem que na primeira fase não obrigatória do sistema de previdência central visa atrair mais de 100 mil trabalhadores, que sejam residentes em Macau e que já possuam fundos de pensões privados. Segundo a Rádio Macau, o presidente do FSS disse que “iremos realizar uma série de actividades de sensibilização e de informação. Neste momento, o nosso objecto são os mais de cem mil trabalhadores que já têm fundos de pensões no privado fazendo a articulação para o regime central”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here