PARTILHAR
Silhouette of a woman doing yoga on the beach at sunset
No próximo domingo a ilha de Coloane vai ser palco de um conjunto de actividades destinadas a celebrar a efeméride

Numa organização do Grand Coloane Resort que cede o espaço e do Yoga Loft Macau, é festejada na RAEM a segunda edição de celebração do dia inteiramente dedicado ao Yoga.
Se inicialmente o yoga é associado a uma prática antiga indiana, Rita Gonçalves proprietária do Yoga Loft e instrutora, afirma ao HM que o yoga “made in Índia” não corresponde totalmente à realidade”. A modalidade que tem vindo a sofrer múltiplas influencias de todo o mundo é cada vez mais uma mescla de técnicas e sugestões globais.
“ O yoga hoje em, dia é propriedade do mundo” remata. Exemplo desta universalidade é a criação do seu dia internacional ter partido de uma sugestão da Confederação Portuguesa do Yoga que foi posteriormente reconhecida pela Organização das Nações Unidas em 2014. A data escolhida foi o 21 de Junho enquanto solstício de Verão mas é este ano antecipadamente celebrada na RAEM.
Em Macau, no ano passado, a efeméride foi comemorada no Yoga Loft enquanto dia aberto e na edição actual será celebrada ao ar livre contando com uma aula às 11h30 da manhã e uma outra às 15h30. Para um dia mais completo os participantes na iniciativa podem também usufruir de descontos nas piscinas do resort restaurantes ou no aluguer de bicicleta. As aulas serão “simples” adianta Rita, de modo a que todos possam participar.
A modalidade conta ainda com um aumento de adeptos geral que segundo Rita Gonçalves é devido essencialmente à necessidade das pessoas estarem com elas próprias. “Vivemos numa sociedade com muitos estímulos e este é um momento em que as pessoas passam um bocadinho a tratarem de si e a mimarem-se” adianta, sendo que há uma “necessidade das pessoas de voltar a uma relação intima e carnal consigo próprias”, motivos que considera estar na génese desta paixão crescente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here