PARTILHAR

Estava prometido para 2014, mas problemas técnicos atrasaram a realização do segundo inquérito à comunidade LGBT de Macau. Anthony Lam, presidente da Associação Arco-Íris de Macau, promotora da iniciativa, confirmou ao HM que o questionário à comunidade gay, lésbica, transexual e transgénera deverá ser feito ainda este ano. Em Abril de 2014, Anthony Lam explicou ao HM que foram convidados académicos para colaborar no projecto que pretende apresentar novas questões e ser mais abrangente quanto aos problemas existentes na comunidade gay. O primeiro inquérito, divulgado em 2013, revelou que cerca de 20% dos homossexuais em Macau pensou cometer suicídio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here