PARTILHAR

O secretário-geral da Cáritas, Paul Pun, afirmou ontem que recebeu mais pedidos de mais de duas mil famílias, que procuravam apoio do banco alimentar. Ainda assim, o responsável assegura que a quebra das receitas do Jogo não está a ter impacto no número de pedidos. Segundo o Jornal do Cidadão, Paul Pun referiu que, desde o início do serviço de fornecimento temporário de alimentos em 2011, mais de sete mil famílias já foram beneficiadas. Até ao dia 26 deste mês, a Caritas recebeu pedidos de mais de duas mil famílias, tendo oferecido o serviço a 3700 pessoas. Mas o secretário-geral vê o número como um valor “estável” que não aumentou por causa da descida nas receitas. Actualmente, existem três pontos de serviço do banco alimentar localizados nas zonas norte e central. Paul Pun frisou, contudo, que, como cada vez mais idosos vivem agora na habitação pública de Seac Pai Van, o número de pedidos dos cidadãos da Taipa vai aumentar, pelo que a Cáritas está à espera que o Governo arrende um espaço para servir de escritório permanente do banco alimentar nas ilhas. O serviço do fornecimento temporário de alimentos da Cáritas termina na quinta-feira, mas Paul Pun mostra-se confiante com a renovação do serviço pelo Governo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here