PARTILHAR

Em Novembro registou-se uma queda de 7,6% no número de entradas de turistas no território, principalmente de excursionistas. No entanto, a entrada em grupos continua a ser a forma como mais pessoas visitam Macau, perfazendo quase 52% das entradas de Novembro. No mês passado, a cidade recebeu menos 14% dos excursionistas, mas mais 0,4% turistas, ou seja, 1,2 milhões de pessoas, comparando com os 1,3 milhões de pessoas em excursão. O período de permanência em Macau continua a ser semelhante ao de meses passados, de cerca de um dia e meio. A esmagadora maioria dos turistas continua a provir da China (1,7 milhões), mas também estes diminuíram 12,6%. As províncias que mais pessoas trouxeram à cidade foram Guangdong, Hunan e Fujian, embora outros 512 mil visitantes tenham chegado de Hong Kong. Novembro deste ano viu mais turistas japoneses, da Coreia e de Taiwan do que no mesmo mês de 2014, com aumento entre os 0,9% e os 10,8%. Também os turistas oriundos dos EUA, da Austrália e do Canadá aumentaram, com acréscimos entre os 6200 e os 18,6 mil. Segundo os Serviços de Estatística e Censos, 1,4 milhões das pessoas entraram em Macau pelas fronteiras a pé, enquanto 939,7 mil outros atracaram no Porto Exterior e no da Taipa, tendo-se registado uma queda de cerca de 5%. Os números mostram ainda que entraram, entre Janeiro e Agosto deste ano, mais de 28 milhões de pessoas em turismo no território, com 15,1 milhões em excursão e 12,9 visitantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here