Covid-19 | Itália confirma encerramento de escolas e universidades até 15 de Março

A Itália anunciou ontem que todas as escolas e universidades encerram a partir de quinta-feira e até 15 de março como medida de precaução face à epidemia de Covid-19, que já provocou mais de 100 mortos no país. “A decisão não foi fácil, mas foi tomada como medida de precaução”, disse em declarações aos ‘media’ a ministra da Educação, Lucia Azzolina.
As escolas e universidades já estão encerradas há 13 dias nas regiões do norte mais atingidas pela epidemia e abrangidas pelas medidas de exceção, em particular no Veneto e Emília-Romanha, as mais afetadas pela epidemia de Covid. Ontem, o ministro dos Desportos, Vincenzo Spadafora, admitiu que o Governo poderá ordenar que os jogos profissionais de futebol e outras atividades desportivas decorram à porta fechada.
Em paralelo, as autoridades transalpinas confirmaram que a epidemia de Covid-19 ultrapassou os 100 mortos. De acordo com um balanço oficial divulgado na tarde de ontem, desde o início do surto epidémico foram registados 107 mortos e 3.089 casos no país, que coloca a Itália como o terceiro país mais afetado no mundo a seguir à China e Coreia do Sul.
O anterior balanço emitido na terça-feira indicava 79 mortos e 2.502 casos, significando um aumento em 24 horas de 28 mortos e 587 novos casos, segundo o balanço da Proteção civil. O surto de Covid-19, detetado em dezembro, na China, e que pode causar infeções respiratórias como pneumonia, provocou cerca de 3.200 mortos e infectou mais de 93 mil pessoas em 78 países, incluindo cinco em Portugal. Das pessoas infectadas, cerca de 50 mil recuperaram.

Subscrever
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários