Questões climáticas na ordem do ano de Porco Terra

O número 36, Ji Hai (己亥) é o nome do ano no ciclo de 60 anos (60 Jia Zi, 六十甲子), Ano do Porco Terra. Ji (Ki, 己) nos 10 caules celestes (10 Tian Gan 天干) corresponde ao elemento Terra yin e Hai (Hoi, 亥, que na simbologia dos 12 animais está ligado com porco) nos doze ramos terrestres (12 Di Zhi 地支) é Água yin.

Dentro de Hai encontram-se dois caules celestes, ren (água yang) e jia (madeira yang). Como água faz nascer madeira que alimenta o fogo, sob cuja influência ainda nos encontramos, a Água yin, proveniente de hai, não é suficientemente forte para controlar o fogo, o que significa que vai continuar a vaga de incêndios ocorrida em todo o mundo nos últimos anos.

Desde o Verão de 2014 que o mundo está em fogo e a dupla Terra de 2018, colocou o fogo sobre pressão, tendo morrido muita gente famosa e havendo grande turbulência: tremores de terra, vulcões sem esquecer a guerra comercial.

As questões climáticas (e não as de política, nem as de economia) são o foco principal e o grande problema para este ano de 2019 pois, ainda em ciclo de fogo, a água não é suficiente para o acalmar, logo o confronto entre estes dois elementos primordiais, que criam todas as coisas, provocará recordes nunca antes alcançados nos tremores de terra, tsunamis, vulcões e nos grandes tufões.

Mas com o aparecimento do Elemento Água pode-se prever ser um ano melhor do que o anterior pois, esta arrefece a mente e coloca as pessoas a pensar melhor. No entanto, o poder da água apenas chegará após o Verão e continuará pelos próximos dois anos. Assim, ao entrar no ano do Porco Terra parece ter-se chegado a um oásis no deserto.

Mudanças reforçadas

Para os geomantes, quando o ano termina em 9 representa mudança, a preparar o início de um novo ciclo, do renascer e sendo hai, que inclui a estrela Yi Ma, a mudança é redobrada. Por isso, um ano de viagens, para emigrar, mudar de casa e de carreira.

O ano que terminou foi de extremos, sem lugar para ir, parado, tendo tudo ficado por resolver: o comércio entre a China e EUA, as relações destes com a Coreia do Norte, assim como o muro com o México. A administração americana em suspensão, o Brexit, Barcelona e Venezuela, tudo por definir. Prevê-se para 2019 um ano moderado, de cooperação, de paz e o que ficou em suspenso terá uma resolução.

De 4 de Fevereiro a 5 de Março – O começo da Primavera traz o renascer e o aparecimento de boa energia. As Bolsas estão sobre o efeito de grandes oscilações, e pequenos desastres ocorrem.

De 6 de Março a 4 de Abril – Um mês de boa fortuna e artístico, e o que estava planeado começa a dar frutos.

De 5 Abril a 4 de Maio – Sendo este um bom ano para investir em propriedades, de repente algo de imprevisível poderá ocorrer. Ganhar algo, dentro das oscilações, não será facilmente e só se conseguir agarrar no momento certo as voláteis oportunidades.

De 6 de Maio a 5 de Junho – Propício a problemas de estômago, assim como assuntos a terem de ser resolvidos em tribunal. Proteja-se dos perigos que espreitam.

De 6 de Junho a 6 Julho – Probabilidade de desastres com aviões; emoções ocupadas pela tristeza.

De 7 de Junho a 7 de Agosto – Os tufões matam pessoas; fácil sofrer AVC’s. Todo o movimento traz pequenos problemas.

De 8 de Agosto a 7 de Setembro – Mudanças políticas, grandes movimentações bolsistas, mas a fortuna é grande se conseguir agarrar o momento certo, a oportunidade aparece de repente e tão depressa vem, como vai.

De 8 de Setembro a 7 Outubro – Mês de boa fortuna (sorte), bom para o amor, tanto para casados como solteiros.

De 8 de Outubro a 7 de Novembro – Mês de morte. Problemas de coração. Bom culturalmente.

De 8 de Novembro a 6 Dezembro – Um enorme tufão e grandes variações no mercado bolsista. AVC’s levam a vida.

De 7 Dezembro a 5 de Janeiro – Mês difícil para as mulheres que vão dar à luz. Problemas de saúde sobretudo para os seres femininos.

6 de Janeiro a 3 Fevereiro – Normalidade melhor do que especial. A fortuna (sorte) aparece de novo mas, a saúde é tudo.

Sabores do ano

Ji, Terra yin, está ligado ao sentido do paladar, logo complementa-se com Macau, pois a gastronomia do território é património mundial da humanidade. Por outro lado, cuidado com o estômago: coma moderadamente e não seja tentado constantemente por carne vermelha e marisco, a facilmente criar problemas de ácido úrico e AVC’s, que este ano se encontram na primeira linha das hipóteses de ocorrer.

Cuide do seu estilo de vida e ande a pé em vez de usar o carro. Lembre-se estarmos ainda sob a forte influência do Elemento Fogo, conectado com os transportes (como aviões, comboios, carros, metro) e por isso, com grande probabilidade de sofrer acidentes. Existem também grandes hipóteses de ataques terroristas, sendo entre meados de Junho e de Julho o período mais propício para ocorrerem. As manifestações reivindicativas continuarão em força.

Hai representa mudanças e movimento e quando ligado com a saúde está relacionado com os membros inferiores do corpo e assim é aos pés que se deve dar especial atenção, pois estão propensos a terem problemas.

Para quem nasceu entre 4 de Fevereiro e 5 de Maio e entre 8 de Novembro e 6 de Dezembro, deverá tomar especial cuidado com a saúde, sobretudo os elementos do sexo feminino. Sendo um ano cego não é bom para casar, mas para fazer compromissos.

Os próximos três anos, a contar com o de 2019, são anos de água, o que significa para os nascidos no Verão, entre 5 Maio e 7 Agosto, haver muita sorte. Quem nasceu no Inverno, de 8 de Novembro a 3 de Fevereiro, nos próximos três anos deverá ter cuidado com tudo e não contará com grande evolução. Melhor manter seguro o que já tem e não procurar avançar.

As questões climáticas estão nas prioridades de 2019 e a preocupação irá para os catastróficos desastres naturais, pois é um ano de grandes tremores de terra, que atingirão um grau nunca antes alcançado. Haverá nove grandes tufões a causar problemas no Japão, EUA e Taiwan, sendo de esperar três fortes para Macau.
Dentro dos signos dos 12 simbólicos animais, este ano os nativos de dragão são os mais bafejados, enquanto os de serpente e rato devem-se manter calmos e fazer apenas uma vida simples.

Pelas características do porco, animal sensível, sensual, pacífico, trabalhador incansável, com instintos puros, o ser humano poderá contar este ano para desembaraçar situações difíceis que se têm avolumado neste milénio e reabrir as portas da esperança ao mundo, cada vez mais fechado na tecnologia da máquina. Ano para conquistar maturidade.

Subscrever
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários