PARTILHAR

OGoverno chinês expressou ontem a sua confiança na situação política e económica da Venezuela, a propósito da visita oficial do Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, ao país asiático, que deverá resultar em vários acordos de cooperação. “Após umas eleições presidenciais sem percalços, a situação na Venezuela melhorou e o Governo está activamente a promover uma reforma financeira e económica”, disse o porta-voz do ministério chinês dos Negócios Estrangeiros, Geng Shuang, em conferência de imprensa.
Maduro iniciou ontem uma visita de Estado, de quatro dias, à China. “A China acredita que o Governo e o povo da Venezuela serão capazes de lidar com as suas questões internas dentro de um enquadramento jurídico”, afirmou Geng. O porta-voz lembrou que a Venezuela é um “parceiro estratégico” de Pequim.

Durante a sua visita, Maduro reunir-se-á com o homólogo chinês, Xi Jinping, e ambos testemunharão a assinatura de vários acordos bilaterais, indicou Geng Shuang.

Questionado sobre a possibilidade de Pequim fornecer apoio financeiro a Caracas, Geng afirmou apenas que essa cooperação entre os dois países “beneficia a população [venezuelana] e está a funcionar muito bem”.

A cooperação “segue o princípio do benefício mútuo, em linha com as normas internacionais”, acrescentou.

Nicolás Maduro visita a China numa altura em que o seu país atravessa uma grave crise económica e social. O líder venezuelano reunirá ainda, em Pequim, com o primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, e com Li Zhanshu, presidente da Assembleia Nacional Popular, o órgão máximo legislativo da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here