SS | Centro Médico Mayo fechado por suspeita de prática de procriação assistida 

Os Serviços de Saúde suspenderam as actividades do Centro Médico Mayo (Macau), após terem recebido uma denúncia anónima sobre prestação ilegal de serviços de procriação assistida e efectuado, no passado dia 20, uma inspecção surpresa ao Centro, informaram ontem os SS em comunicado. Os inspectores encontraram “uma divisão oculta e indícios de práticas clinicas ilegais que podem ter causado vítimas”, acrescenta a nota de imprensa.

Na sexta-feira, dois médicos e dois trabalhadores dos Serviços de Saúde acompanhados por elementos do Corpo de Policia de Segurança Pública inspeccionaram as instalações do Centro Médico tendo descoberto, numa sala de reuniões, uma porta dissimulada que efectuava uma ligação a uma outra fracção autónoma do mesmo edifício. Também foram descobertos equipamentos e materiais usados na realização de actos clínicos relativos à procriação assistida, quer nas instalações do Centro Médico Mayo, quer na outra fracção autónoma, diz a nota.

Os Serviços de Saúde, depois de procederem à selagem de equipamentos e materiais diversos, decidiram suspender por 90 dias as actividades do Centro.

Subscrever
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários