PARTILHAR

Um grupo de 20 guias turísticos cambojanos e quatro da APSARA, entidade gestora dos templos de Angkor Wat, estarão no Instituto de Formação Turística (IFT) para um programa de formação de nove dias. O tema será a criação de capacidades para os guias e a iniciativa surge depois de Alexis Tam, Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura, ter assinado no Camboja um protocolo com Tith Chantha, Secretário de Estado do Turismo do país, para a promoção de turismo sustentável através da formação de recursos humanos.
A presença de Macau no reino do Camboja surge depois de em Outubro do ano passado, durante o Fórum Mundial de Turismo realizado na RAEM, o primeiro-ministro Hun Sen ter-se encontrado com o Chefe do Executivo, Fernando Chui Sai On, ficando na altura acordado o reforço da cooperação mútua nas áreas do comércio, investimento, turismo e treino de recursos humanos. O Centro Global de Estudos de Turismo, que em breve será montado pelo IFT, ficará com a responsabilidade de organizar os programas educativos correspondentes, em colaboração com a Organização Mundial de Turismo (UNWTO). A formação destes guias acontece de 13 a 21 de Junho.
A delegação de Macau no Camboja foi composta por mais de 50 empresários de diversas áreas, do turismo à banca passando pelo comércio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here