PARTILHAR
Larry So

O relatório da revisão intercalar do sector do Jogo revelou que a importação de um avultado número de trabalhadores não residentes (TNR) trouxe inconvenientes aos que são de Macau, algo que deu origem a conflitos do ponto de vista social e cultural. O relatório fala ainda de sentimentos de xenofobia que surgiram nos últimos anos.
O sociólogo Larry So disse ao HM concordar com um cenário que não é novo, referindo que os locais têm receios de que a mão-de-obra importada venha roubar postos de trabalho.
“Existem conflitos que já trouxeram mudanças ao nível da harmonia e causaram sentimentos nos locais que não gostam da vinda de pessoas de fora. Penso que o facto do relatório falar disto mostra que o Governo está seriamente a pensar enfrentar esta questão”, defendeu.
Para Larry So, a queda das receitas do Jogo poderá ter levado as operadoras a recrutar menos TNR nos últimos dois anos, mas isso não resolveu a questão, dado que os TNR continuam a representar uma grande fatia da população.
O sociólogo acredita que não podem existir abusos na importação de TNR, sobretudo por parte dos casinos e defende a introdução de uma proporção adequada de trabalhadores locais e do exterior como forma de diminuir os sentimentos negativos dos residentes.
Larry So considera ainda importante que as operadoras de Jogo determinem o número de trabalhadores para o futuro, para que a actual formação responda a essas necessidades para que se possa diminuir a importação de trabalhadores.

1 COMENTÁRIO

  1. Saudacoes
    Eu sou um residente de Macau, e gostava de voltar ao lugar em que me sinto feliz que e Macau.
    Trabalho na area de Hotelaria sendo a minha funcoes de “Somallier” trabalhando actualmente numa conceituada winery na regiao de Yarra Valley em Vic. Australia, o que eu gostava de saber era aonde e como posso fazer aplicacao para trabalhar em Macau dentro desta area referida acima Cheers.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here