Documentários em festival na Cinemateca Paixão

Orealizador português Pedro Costa vai estar em destaque na primeira edição do Festival Internacional de Documentário de Macau (MOIDF, na sigla em inglês), que arranca a 22 de Abril, na Cinemateca Paixão. O festival prevê a exibição de três filmes de Pedro Costa: “Nada Muda” (29 de Abril), “No Quarto da Vanda” (30 de Abril) e “Cavalo Dinheiro” (1 de Maio).
Outros realizadores portugueses vão estar representados na edição inaugural do evento: João Pedro Plácido (“Volta à Terra”) e Laura Gonçalves (“Três Semanas em Dezembro”), cujos filmes vão ser projectados em dois dias (24 e 28 de Abril).
Da programação faz também parte “Noite Sem Distância”, do espanhol Lois Patiño, uma curta-metragem filmada em Portugal, com exibições marcadas para os mesmos dias.
O festival, que encerra a 1 de Maio, abre com “The Taste of Youth”, do realizador Cheung King-wai, que se estreou recentemente no Festival Internacional de Cinema de Hong Kong. cinemateca
Com um total de 18 documentários, o festival, organizado pela associação Comuna de Han-Ian, conta, entre outros destaques, com “Táxi”, do cineasta iraniano dissente Jafar Panahi, vencedor do Urso de Ouro do Festival de Cinema de Berlim do ano passado, e “The Look Of Silence”, do norte-americano Joshua Oppenheimer, que foi nomeado para melhor documentário, na 88.ª edição dos Óscares, realizada em Fevereiro.
Estreado em Portugal com o título “O olhar do silêncio”, em 2014, o documentário de Oppenheimer sucede a “O ato de matar”, que aborda os massacres de opositores do regime, na Indonésia, sobretudo na década de 1960, colocando agora os assassinos frente a frente com sobreviventes e familiares das suas vítimas.

Subscrever
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários