PARTILHAR

ASociedade de Abastecimento de Águas de Macau (SAAM) garante que a Fase III da Estação de Tratamento de Água do Reservatório Principal tem capacidade para satisfazer a necessidade de fornecimento para os próximos cinco anos. A construção da outra estação em Seac Pai Van tem conclusão prevista para 2019, mas ainda é preciso aguardar pela avaliação do Governo.
Na cerimónia da inauguração de ontem, a directora executiva da SAAM, Kuan Sio Peng, afirmou que a obra da estação foi concluída depois da resolução de uma série de problemas, incluindo 12 suspensões da produção de engenharia para a execução das obras. Apesar de tal não ter afectado o abastecimento de água, obrigou ao investimento de 120 milhões de patacas.
“O funcionamento oficial da Fase III da Estação de Tratamento de Água do Reservatório Principal simboliza a conclusão de todas obras de expansão da estação”, começou por referir. “A sua capacidade atinge os 390 mil metros cúbicos, que satisfaz a necessidade do abastecimento de água em Macau para os próximos cinco anos” afirmou a directora executiva.
No entanto, a construção desta infra-estrutura não se fica por aqui. Kuan Sio Peng afirmou que já apresentou pedido ao Governo para a criação da Estação de Tratamento de Água em Seac Pai Van, cujo design está em andamento, e poderá aumentar, em 200 mil metros cúbicos, a capacidade do fornecimento de água em Macau, prevendo que a obra poderá ficar concluída em 2019.
No entanto, a directora da Direcção dos Serviços de Assuntos Marítimos e de Água (DSAMA), Susana Wong, também esteve presente e afirmou que o pedido está a ser analisado.
“Uma vez que esta estação envolve um grande investimento é necessário analisar a proposta da construção. Ainda não há um calendário para a conclusão da análise, mas tentaremos fazer mais rápido possível” disse, concordando com a necessidade da construção da estação de tratamento em Seac Pai Van.

Água sem problemas

Depois de uma visita à estação de tratamento de água da SAAM, o Secretário para os Transportes e Obras Públicas, Raimundo do Rosário, afirmou que a água “não tem nenhum problema”, e todos os cidadãos podem consumi-la com confiança. 

Pac On pode abrir em meados de 2016

O terminal marítimo do Pac On poderá abrir em meados de 2016, confirmou ontem Susana Wong à TDM. Em declarações reproduzidas pela rádio, a directora dos Serviços dos Assuntos Marítimos e da Água disse que, “se tudo correr bem”, o Gabinete para o Desenvolvimento das Infra-Estruturas vai entregar a estrutura principal do novo terminal à DSAMA no final deste ano, sendo que após “seis meses” poderá estar tudo operacional. O terminal tem sido alvo de sucessivos atrasos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here