PARTILHAR

O Banco Popular da China publicou uma medida para que os bancos de Macau possam oferecer empréstimos em Renminbi de forma directa. A medida irá permitir que as empresas de Macau consigam fazer negócios nas zonas de comércio livre na província de Guangdong.
Segundo o Jornal Ou Mun, a sucursal de Cantão deste banco tornou oficial, na segunda-feira, a “medida temporária de gestão de empréstimos transfronteiriça nas zonas de comércio livre de Nansha e na Ilha de Montanha, em renminbi”. A publicação indica ainda que os bancos de Macau podem oferecer capital de baixo custo às empresas que negoceiam nessas zonas, através de empréstimos de renminbi de forma directa.
O Banco Popular da China, junto com a sua sucursal de Macau, conseguiram, no mesmo dia, os primeiros empréstimos para quatro companhias, incluindo um projecto do Grupo Future Bright cujo director executivo é o deputado e empresário Chan Chak Mo. No primeiro dia, foram distribuídos empréstimos num total de 75 milhões de renminbi.
O banco acredita que a medida traz novas oportunidades para o sector bancário de Macau, alargando a utilização da moeda chinesa no território, assim como aumentar o nível activo do mercado offshore.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here