PARTILHAR

Odeputado pró-democracia de Hong Kong, Ronny Tong Ka-wah anunciou ontem que vai abandonar o Conselho Legislativo, na sequência do chumbo do pacote de reforma política, na quinta-feira.

“Gostava de aproveitar esta oportunidade para pedir desculpa às pessoas que me apoiaram. Não consegui quase nada, apesar de ter empenhado todos os meus esforços nos últimos 11 anos”, disse o deputado, citado pelo jornal South China Morning Post.

“Entreguei a minha carta de demissão ao presidente do LegCo [Conselho Legislativo] Jasper Tsang Yok-sing às 8:30. A minha demissão terá efeito a 1 de Outubro”, declarou.

Tong disse considerar inapropriado manter o seu assento no órgão legislativo local já que foi eleito como membro do Partido Cívico, de que foi co-fundador mas com o qual entrou em conflito e que também vai abandonar.

“Espero que haja um partido político em Hong Kong que represente a visão das pessoas do meio-termo. Adoptar uma abordagem de meio-termo não significa que se desistiu da luta pela democracia ou que se está a ser subserviente ao Governo central (chinês)”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here