A culpa e o macaco

E assim entrou o ano do Macaco, saltando de liana em liana, com o destempero que se lhe reconhece. Ano de macacadas, de simiescas caretas e roletas do azar a girar sem descanso, é isso que Macau deseja ou, sinceramente, espera. Que volte a excessiva fortuna, a do facilitismo, a mesma que vai sempre para os mesmos e nunca para os outros. A fortuna que caía desse céu a que chamam corrupção e que foi uma excelente casca de banana para ver escorregar os poderosos que nela depositaram as suas apostas.

Aqui temos pois o perigoso Macaco de Fogo, animal-rei na mitologia chinesa, capaz destas e demais magias, senhor das artes e dos mistérios. Nosso primo direitíssimo, desde Darwin; parte constitutiva do Homem, na “Peregrinação ao Oeste”, o macaco incomoda, chateia e assusta. Talvez pela sua proximidade na cadeia evolutiva e por nos lembrar a desagradável realidade de sermos mesmo animais. E, atendendo às últimas décadas, cada vez menos racionais, sobretudo enquanto espécie.

Certo é que aqui por Macau todos têm a certeza de que cada macaco continuará no seu galho, que isto de igualdades é muito bonito mas é lá no continente. Aqui na RAEM, mandam os que cá estão, espera o macaco folião do ramo dourado. Quanto à primalhada que por aí anda, que se amanhe e coma cascas que as bananas estão pela hora da sorte. Ou seja, é só de vez em quando. Já se viu, ainda agora quando do chumbo da Lei Sindical, que a RAEM é uma árvore muito complicada: os macacos de cima tudo fazem para não deixar trepar os macacos de baixo, sem perceberem que na selva agora prima outra lei. Enfim, os macacos de cima têm um legítimo medo de brincadeiras pois sabem que foi a brincar, a brincar, que o macaco tomou liberdades desajustadas ao normal fluir da vida em família e sociedade.

Quer essa macacada que para aí anda ter direitos?! Isso é que era bom: isto não é uma república das bananas! Aqui mandam os mandões e os outros são seres da margem, que andam à volta da mesa farta, em ânsia de migalhas. As macacas também não julguem põem a pata em ramo verde que a coisa não está para modernices. “Se os deixassem, acabávamos todos como os bonobos, numa rebaldaria daquelas que são tão antigas que já ninguém se lembra”, revelam os macacos de bem, em tom professoral. E o bando aquiesce, envergonhado da ousadia que vai contra a harmonia.

*

Rimemos pois ficarão as vacas, depois de se irem os bois:

Cuidado, contudo, cuidado, que o macaco não é de confiança. Por vezes diz que canta mas, afinal, dança. Doutras diz que é adulto, portando-se como criança. É assim a macacagem: confunde estupidez com coragem e casino com lavagem. Nada que nos afecte ou mesmo que nos inquiete. Que nos tire o caro pão ou cause aflição. Não. O macaco é boa gente, assim como nós, e também mente. Se o faz de boca cheia ou ainda por encher, tudo depende do ramo no qual o deixam viver. Que isto de trabalhar não é bem para o macaco: no fim, olha pró bolso e sobra… o cheiro a sovaco.

Pobre animal que tanto sofre nesta terra desleixada. Cada vez tem menos ruas para fugir da manada. E pensa com os seus botões, ao gente aos borbotões: “vou mas é ficar em casa, resta-me essa prenda”, esquecendo não ter chavo, nem para pagar a renda. Queres fiado, meu amigo?, pergunta-lhe o senhorio. Por aqui disso não há: vai dormir ao pé do rio.

Em Macau manda o mercado, quando isso é avisado: se é caso de milhões, vai tudo prós macacões; quando alguém trabalha bravo, paga-lhe com um avo. E não diga de onde vem ou p’ra onde se desloca, se quiser sobreviver, macaco faça de foca.

Mas deixemo-nos de macacadas, de caretas para a geral. Viva, senhor animal, subi presto estas escadas, entrai nesta pobre casa que é vossa por um ano, pois que não é desumano de andar com grão na asa. E se lá para as calendas, ao invés de mais prebendas, já se vir o fundo ao saco, não faz mal, caros doutores, guardai os vossos temores: a culpa foi do macaco.

12 Fev 2016

Previsões para os signos do ano do macaco

O simbolismo e as características psicológicas específicas de cada um destes animais representam o carácter e o comportamento correspondente às pessoas nascidas neste ano do Macaco. Este trabalho foi baseado nas previsões de Li Ju Ming (Lei Koi Man em cantonense) e do que delas entendi

Macaco

O Tai Sui (Deus de cada um dos 60 anos do ciclo) que rege o ano lunar de 2016 é o Capitão Guan Zhong, que traz muitas e grandes ondas, significando mudança e por isso, é ano para mudar de emprego, terminar com o antigo trabalho e começar um novo, emigrar ou trocar de casa. Todas estas mudanças são boas para serem realizadas neste ano do seu signo.
Carreira: Este ano não tem direcção e sem estrela da sorte para o ajudar, só poderá contar consigo mesmo, pois não terá apoio de ninguém. Com a sua normal grande inteligência e confiança, que ao seu modo tudo faz, vai-se sentir rodeado de inimigos, mas se mantiver a calma conseguirá resultados bem melhores do que poderia esperar.
Amor: Nada espere e não fique desapontado. Se não é casado/a, mas tem namorado/a, pode ocorrer uma grande discussão e haver a separação. Se é casado/a evite discussões, mesmo pequenas que sejam, pois irão culminar em divórcio.
Saúde: Este ano, o seu maior inimigo é você mesmo. Deve manter-se relaxado. Muito cuidado com os acidentes, mesmo quando caminha tenha atenção para não cair.
Dinheiro: É um ano para não pensar em realizar dinheiro, mas sim em viagens. Estude para adquirir novos conhecimentos. Num degrau inferior poderá conquistar o mundo, mas se colocar a fasquia elevada pode perder tudo.

Galo

Como no ano passado o único conselho para os nativos de Galo era trabalhar muito, este ano vem já cansado e não terá nenhuma estrela da sorte a ajudar.
Carreira: Os nativos de Galo vão estar este ano em confronto com mudanças, e este é o seu ponto fraco. Perderá o lugar de controlo. Encontra-se numa encruzilhada e não sabe se deve seguir em frente, ou recuar. Por isso, o nativo deste signo deverá criar uma nova ideia, ou produto, que lhe dê a solução para se desembaraçar dessa encruzilhada.
Amor:
Cuidado com as relações, pois é um ano de flor de pessegueiro não importa onde esteja, terá sempre à perna os/as amantes e por isso, para as pessoas casadas, quantas mais relações, mais trabalhos. A franqueza é o modo para manter o seu casamento e para as pessoas solteiras, mesmo tendo um grande número de amantes, nenhum é a pessoa correcta para si. Logo não é ano para se casar.
Saúde: Problemas depressivos espreitam, sobretudo para os nativos nascidos no Outono e no Inverno. Poderão aparecer problemas relacionados com sangue e ataque de coração. Em Maio e Agosto, cuidado para não fracturar nenhum osso.
Dinheiro: Ano para pesquisar e para manter o que tem. Procure uma nova ideia, pois só dela poderá fazer dinheiro. Divirta-se com a paixão, mas não se atire de cabeça.

Cão

Este ano os nativos deste signo perdem o grande suporte e terão que fazer tudo por si próprios. Terá que se defender no seu território e não poderá sair para fora desse seu espaço para atacar. Contará a estrela da sorte YiMa que representa mudança, emigrar, ou ir estudar para fora, trocar de casa ou viajar.
Carreira:
Como não terá suporte de ninguém, terá que se desenvencilhar sozinho, sentir-se-á cansado tanto fisicamente como na mente. Será inteligência ir estudar línguas e arte, improvisando o seu talento. Deverá aceitar tudo o que vem, sem reagir, interiorizando e acalmando os seus primeiros instintos. Absorvendo, conseguirá perceber as razões de eles existirem. Por causa da estrela TianGou, é fácil criar conflitos e não terá boas relações com as pessoas e no mais grave, poderá mesmo chegar a tribunal, ou ser roubado todo o recheio da sua casa. Ambos, Saúde e Riqueza, serão influenciados por esta estrela.
Amor:
Como estará sobre a influência da estrela Yi Ma, mudança, ao viajar, emigrar e estando no estrangeiro, encontrará aí um/a namorado/a, mas sem a estrela da flor do pessegueiro, este amor é de curta duração. Deverá controlar-se pois quanto mais forte for a paixão, mais profundo será o ódio quando terminar a relação e perder-se-á. Para os casados, é um ano propenso a se divorciar e de sofrimento. Não importa que tipo de amizade tem, familiar, entre amigos, ou amantes, a relação emotiva sofrerá.
Saúde:
Não apenas terá que tomar cuidado com a sua saúde física, mas também com o seu ânimo, já que se sentirá deprimido. Especialmente os nativos de Cão nascidos no Verão terão que ter muito cuidado com AVC’s. Abril será um mês perigoso para todos os nativos de Cão em questão de saúde.
Dinheiro:
Não é ano para ganhar dinheiro na sua forma normal, mas pode poupar pelo caminho do silêncio e revolucionar-se a si mesmo.

Porco

No ano passado ganhou a Força e este ano continuará a conquistá-la. No entanto, pequenas pontos negros ainda lhe vão ser apontadas pelo exterior, já que este ano, os nativos de porco são prejudicados pelo Hoi Tai Sui. Tal se deve ao porco não ser um animal que combine com o macaco e por isso, vai ter muita gente contra si. Amigos que o vão tentar prejudicar, fazendo-lhe mal e terá outro poder exterior como inimigo a combatê-lo. Mas estando sobre protecção de três estrelas da sorte, vai ter um ano muito bom, sendo o signo do Porco um dos quatro mais bafejados do ano.
Carreira:
Com três estrelas da sorte, duas delas, Tian De (天德) e Fu Xin福星, estrelas protectoras que lhe limparão o caminho e a estrela criativa Tian Yi Gui Ren, (天乙贵人), coloca-o com muita e boa energia, o que levará a ter confiança para encarar todos os seus interesses, desejos e vontades emocionais e de carreira. Tudo terá bom desenvolvimento, logo auspicioso ano para usar da sua imaginação e criatividade. Siga caminhando pois tal trará frutos. Mas lembre-se estar sobre influência também de três más estrelas, por isso deve ter muito cuidado com as relações de amizade e não se coloque por si mesmo em maus lençóis.
Amor:
Com a estrela da sorte Tian De, o nativo poderá casar e ter filhos, apesar do ano não ter Festa da Primavera e por tal levaria a não ter descendência. Para os casados, tenha cuidado com a outra parte de si, quando mais próximos menos vemos. Ponha mais coração na sua relação e assim conseguirá um ano harmonioso. Ano para cuidar da família.
Saúde:
Será um ano perigoso, pois haverá propensão a acidentes e cirurgias. Os nativos de Porco nascidos nos anos de 1935, 1971, 1995, têm propensão a que facas o cortem. Por isso, evite todas as operações perigosas e actividades radicais. Maio e Setembro são os meses perigosos, cuidado com as mãos, pés e acidentes de trânsito.
Dinheiro:
Um bom ano monetário devido a ser fácil consegui-lo e pode ser promovido devido à ajuda das estrelas da sorte. Ano para planear os próximos na questão monetária. Lembre-se que facilmente arranja discussões e por isso, deverá acalmar-se e conseguir manter a sua estabilidade emocional controlada. Discutir, rouba-lhe a sua energia da sorte. Evite euforias, que levarão ao seu extremo. Ser moderado é o mais inteligente, siga o caminho do meio e não leve a sua acção até ao extremo.

Rato

Os nativos do signo Rato combinam bem com os de Macaco, por isso a sua relação com as pessoas será melhor do que no ano transacto. Só terá uma estrela da sorte para o ajudar e tê-la, pouco poderá ajudar. Mesmo que tenha muitos planos, não terá ajuda dos outros e é como, um rato tentar mover uma tartaruga.
Carreira:
Como é um ano sem fortuna, a sua carreira não melhorará e sendo assim, trate de promover as suas relações sociais. Pelas boas relações com os nativos de Búfalo, Dragão e Macaco, deverá com eles conviver mais e deles encontrar boas ideias para investir no futuro. Mas este ano, terá uma das mais fortes más estrelas, a Tigre Branco, por isso facilmente sofre acidentes e problemas emocionais. Para os homens nativos de Rato, cuidado pois as mulheres poderão colocá-lo em graves situações, logo problemas.
Amor:
Ano de paixões para os nativos de Rato, mas só lhe trará problemas e mesmo para os solteiros, os/as amantes criam-lhe muitas ondas, discussões e problemas. Pode gostar, mas não colha, especialmente para os homens, não esqueça que este ano está sobre a influência do Tigre Branco.
Saúde:
Propiciado pela estrela da pouca sorte, facilmente se encontra envolvido numa grande discussão e mesmo numa luta física de confrontação. Se está grávida, cuidado com o bebé que transporta. Agosto é um mês perigoso. Nascidos no Outono e Inverno evitem todas as actividades aquáticas. Novembro, melhor fazer análises e um body check.
Dinheiro:
Este ano não há maneira de conseguir mais, por isso tente conseguir conservar o que tem. Melhor aproveitar as suas relações sociais para preparar o próximo ano. Paz é o ouro para os nativos.

Búfalo

No ano anterior tudo foi mau, mas para este ano a palavra é Ganhar. Com três súper estrelas da sorte a proteger, para este ano o melhor signo é Búfalo. A estrela da sorte Zi Wei Long De, que representa conquistar poder e ser promovido, é muito bom para a carreira. Outra súper estrela da sorte Tian Xi é propícia para o casamento e na boa relação com todas as pessoas.
Carreira:
Como ano de sorte, os nativos deverão mudar de comportamento e abrir o coração, colocando toda a energia para aceitar a boa mudança e com trabalho árduo consegue atingir um posto importante. A riqueza segue-o, por isso só necessita é colocar gasolina e siga em frente. Mas como tem também duas estrelas de pouca sorte, alguns desastres poderão ocorrer, sem haver forma de os evitar. Lembre-se quanto mais elevada for a sua posição, mais tensão encontrará; mas com a sua normal paciência consegue atingir a única palavra para este ano, Ganhar.
Amor:
Um grande ano de flores de pessegueiro, que serão de boa energia. Ano para se casar. Se estiver casado/a, faça uma segunda lua-de-mel. Para os não casados, este é o momento para encontrar a sua cara-metade pois, se não o fizer, só daqui a doze anos terá uma tão boa oportunidade, sendo os melhores meses para o fazer, Fevereiro, Junho, Agosto.
Saúde:
Cuidado com os acidentes de trânsito. Nascidos em 1985, 1973 e 1961 cuidado com problemas de sangue (cortar ou operações). Não pratique actividades perigosas. Como vai ter que trabalhar muito, intercambie com momentos de relaxamento.
Dinheiro:
Ano de mudança total. Se o fizer, o dinheiro segue-o. Terá várias maneiras de as realizar e em todas elas, com bons resultados. Por isso, este ano não é para ficar sentado à espera da boa sorte, mas coloque-se em movimento e entregue-se cem por cento em tudo o que faz.

Tigre

Macaco e Tigre são o oposto, logo não conciliáveis, por isso, o inevitável confronto, sendo para os nativos de Tigre este ano o de colidir Chong Tai Sui. Toda a sua vida se vai transformar, devendo os nativos a cada passo ter muito cuidado, mas como este ano tem várias estrelas da sorte a ajudar, significa que, após as vagas, tudo ficará melhor, mais tranquilo.
Carreira:
Com três estrelas da sorte a ajudar a carreira, poderá resolver um por um os problemas sem receio, pois continuará a controlar todas as coisas pelo seu poder. Ajudado pelas boas estrelas, consegue convencer os outros pelo falar e solucionar os problemas. Um bom ano para a sua carreira.
Amor:
Com toda a atenção virada para a carreira, não tem tempo para se dedicar às paixões que rapidamente aparecerem, mas também com a mesma velocidade desaparecem. Não vai encontrar este ano a pessoa indicada para casar.
Saúde:
Como é o ano Chong Tai Sui é fácil ter um acidente de trânsito e ser levado a Tribunal, sendo entre as três e cinco da tarde de cada dia o período mais perigoso. Assim no início do ano deve ir ao templo pedir protecção aos deuses, acção conhecida por Fa Tai Sui (Fa = solucionar o problema)
Dinheiro:
Estando a carreira em boa onda, o dinheiro vem, mas este ano terá a má estrela Tai Hou, que significa perder dinheiro, por isso se pensa fazer algum investimento esteja muito atento. É um ano que precisará de trabalhar muito para ganhar algum dinheiro mas, mesmo sem ganhar dinheiro, ganhará conhecimento e experiência.

Coelho

É nativo de um dos quatro melhores signos do ano. Tudo vai ser fácil e continuará com a sorte do ano anterior. Tem três boas estrelas a ajudar e proteger.
Carreira:
Não precisa de se preocupar com nada, é seguir o caminhar e viver a vida, que tudo está nos carris.
Amor:
Espera-se uma boa relação. Para os não casados poderá encontrar a pessoa indicada, qual peixe entrando dentro da água, sendo o mês de Dezembro o melhor período. As suas amizades poderão ajudá-lo a desenvolver outros projectos de carreira.
Saúde:
Tenha cuidado pois os antigos problemas de saúde querem regressar. Os nascidos no Outono e Inverno devem cuidar dos pés e mãos, rins e intestinos. Os nascidos em 1951 e 1975, haverá probabilidade de ter problemas de faca, cortes, de um dedo ou operações cirúrgicas. Maio é o pior mês para os nativos de Coelho.
Dinheiro:
Terá uma boa receita este ano, mas vai ter muitos encargos, por isso difícil em amealhar dinheiro. Assim, tal como rapidamente recebe, também o gasta e a saúde é um dos problemas que poderão surgir e levar a essas despesas. É melhor no início do ano fazer análises e um Body Check.

Dragão

É ano do Dragão Voador, por este signo combinar bem com o do Macaco. A palavra do ano é Cooperar. Terá a estrela da sorte San Tai e por isso o suporte para atingir elevadas notas nos exames, ou tornar-se famoso e com poder, atingindo um outro novo nível mais elevado e criar o seu próprio espaço.
Carreira:
Vai ter muitas hipóteses, mas sentir-se-á sem grande confiança. Por isso, só poderá aventurar-se a voar mais longe e mais alto, após planear muito bem para manter sobre controlo todas as coisas. Com esse trabalho de casa feito, nesse espaço finito pode criar o infinito. As mudanças como vagas, uma a seguir à outra, trazem inveja e sentirá setas espetadas nas costas. Para confrontar-se com tudo isto, os nativos de Dragão terão de usar talento.
Amor:
Não encontrará a sua cara-metade este ano, por isso não coloque grandes anseios nesse desígnio. Para os casados, há muitas hipóteses de aparecerem amantes, mas o melhor é evitar ter.
Saúde:
Como trabalhará muito e estará sobre grande pressão, deve balançar o tempo entre trabalho e recreio. Nascidos no Outono e Inverno deverão ter cuidado com os acidentes de trânsito.
Dinheiro:
Como este ano é para atingir uma nova plataforma na sua vida, e o que preparar agora, não importa o que está a ganhar, prosseguirá com frutos.

Serpente

Poderá encontrar um bom companheiro para negócios e no amor, mas a seguir vai entrar em conflito. Se ganha algo, perde também algo, por isso é um ano mediano. Importante para os nativos são as três estrelas da sorte: Tian Chu (a cozinha do Céu), que permite saborear boa comida e as outras duas são Lu Shen e Tian Guan.
Carreira:
Sem estrela de suporte, mas sendo os nativos de serpente inteligentes, não importa a situação, pois conseguem olhar de frente e resolver os problemas. Apenas ter cuidado para não discutir com os outros, pois pode perder os seus projectos e também trazer problemas, que serão apenas resolvidos no Tribunal. Entre as ondas vislumbrará novas esperanças.
Amor:
É um ano cujos nativos de Serpente ficarão mais encantadores aos olhos dos que neles reparam. É altura dos solteiros encontrarem a pessoa certa e para os casados, fazer uma segunda lua-de-mel, ou ter um filho.
Saúde:
Encontra-se sobre a influência de três estrelas de má sorte, por isso muito cuidado para não ter acidentes. Nativos nascidos no Outono e Inverno tenham atenção aos problemas de sangue, útero e bexiga. Para os nascidos em 1941, 1965, 1989 deverão ir ao templo pedir protecção aos deuses pois é um ano perigoso.
Dinheiro:
O ordenado é normal e está estável. Faça o que quiser.

Cavalo

O desenvolvimento que os nativos tiveram no ano transacto abranda este ano e falar muito traz problemas. Ano também de mudança pois, pela influência da Estrela YiMa, há hipótese de ter que sair, talvez emigrar, ou ir estudar para fora, ou mudar de casa. Assim pela mudança de vida, ou no trabalho, os nativos podem sentir-se cansados e não recompensados pelo trabalho que fazem.
Carreira:
Não coloque desejos como vontades; mantenha o que tem, que já não é mau. O melhor é entender o que lhe interessa e o que gostaria de aprender e meter-se ao estudo para se recompensar da falta de perspectivas no trabalho. Ou escolha fazer mais viagens e evite fortemente discussões. Se tiver uma decisão errada este ano, irá arrepender-se para o resto da sua vida.
Amor:
Tem a estrela GuChen que representa estar sozinho/a. Os solteiros vão sentir-se contentes quando sozinhos, mas para os casados esse ficar só pode criar no seu companheiro a designada guerra fria e de costas voltadas, as situações extremarem-se e haver a separação. Por isso, deverá ter muita paciência e agudeza de espírito para acalmar a situação.
Saúde:
Este ano, quando sair ou guiar carro, muito cuidado com os acidentes, ande sempre prevenido e coloque atenção ao que faz e aos outros. Os nativos de 1930, 1966 e 2002, são este ano os que mais propensos estão aos perigos. Os nascidos em 1966, pois irão atingir os 50 anos, não devem cair em depressão e para isso, deitem fora as más energias e realize uma grande festa de aniversário.
Dinheiro:
Faça o que tiver que fazer, não questione quanto vai receber. O dinheiro não lhe vai trazer alegria e saúde, sendo as boas relações familiares os seus melhores tesouros.

Cabra

Os nativos deste signo, como no ano passado trabalharam muito nos seus projectos, tal esforço este ano singra e desenvolve-se em boa direcção, tanto na Carreira, como no Amor e Riquezas. Um dos quatro bafejados signos deste ano. Uma boa estrela protege-o.
Carreira: O Sol (Tai Yang), como a grande estrela, ajudá-lo-á em todas as formas e relações com as pessoas, como se alguém maior estivesse a puxar para cima. Ano que poderá realizar os seus sonhos e criar uma carreira; é um verdadeiro vencedor.
Amor:
Bom ano para se casar. Os nativos singulares, em Fevereiro, Agosto e Dezembro, têm meses propícios para realizar os seus desejos em encontrar o parceiro, por isso, não perca essa grande oportunidade. Se já tem namorada/o, é um bom ano para casar. Se é casado não tente ir buscar paixões fora do casamento, o que lhe reduziria a boa sorte.
Saúde:
Não se coloque sob pressão no trabalho. Os nascidos em 1931, 1955, 1991, devem ter cuidado com os acidentes, por isso evite actividades perigosas.
Dinheiro:
Este ano ficará na sua memória para toda a vida como o mais importante na página do dinheiro. Já mencionado no início, é um dos quatro signos favorecidos do ano. É um Vencedor.

Um bom ano de 2016. Boa saúde.

Neste texto, as palavras quando são empregues para ambos os géneros vão pelo masculino, já que este representa esse todo que, para além de ignição é a inicial Luz Solar. É o Espaço versus formas, qual Homem a representar todos os Seres Humanos e não serem apenas homem e por isso a mulher também terá de ser mencionada. É como o dia, ele há o de 24 horas e o dia versus noite, que também está integrada no dia.

12 Fev 2016

Macaco subindo a montanha

Ontem, 4 de Fevereiro celebrou-se o Princípio da Primavera (Lichun) e pelo Calendário Chinês começou o ano de 4653, numa contagem do tempo cujo início é 2637 a.n.E., mas apenas criada em 2317 a.n.E., durante o reinado do Imperador Yao, quando o ano tinha 365,25 dias. Em 1100 a.n.E., mediante observações do Sol estabeleceu-se com exactidão a posição do Solstício de Inverno. Desta maneira, a invenção de um sistema de termos solares foi sendo elaborado através dos tempos, a partir de observações dos astrónomos. Os termos estão directamente ligados à eclíptica do Sol e são indicadores das estações do ano e entre estes 24 termos estão os dois solstícios, os primeiros a ser estabelecidos e depois, os dois equinócios. Estes termos solares foram gradualmente reconhecidos por volta do século III a.n.E., quando Lu Shi Chun Qiu os compilou. Mas foi no livro Huai Nan Zi, de 120 a.n.E., que todos os vinte e quatro termos ficaram mencionados e assim estabelecido o Calendário Solar do Agricultor. Nele as datas são fixas, sendo o início da Primavera a primeira grande festa que marca o ciclo de um novo ano agrícola e calha no dia 4 de Fevereiro, por vezes no dia 5, se houver ajustamentos no calendário.
A China oficialmente faz uso do calendário gregoriano desde 1911, apesar de ter o seu Calendário Solar Agrícola definido desde o século II. Mas é pela combinação do Calendário Solar com o Lunar que ao fim de 60 anos o ciclo se fecha. Segundo o que refere o Anuário da Administração de Macau do ano de 1927, no Calendário Lunar “o dia principia à meia-noite, a semana tem sete dias e os meses são de 29 ou 30 dias. Fazem os meses de 29 dias as luas pequenas e os de 30, as luas grandes. O ano consta ordinariamente de doze luas, seis pequenas e seis grandes, perfazendo todas 354 dias. A primeira Lua do ano é aquela durante a qual o Sol atinge o signo Pisces ou dos peixes; o Equinócio de Primavera cai durante a segunda Lua; o Solstício de Verão durante a quinta; o Equinócio de Outono durante a oitava e o Solstício de Inverno durante a undécima.”
É pela interacção entre os dois calendários, o lunar e o solar, que o calendário chinês foi criado e este move-se em ciclos, com duração de sessenta anos, tendo-se iniciado o actual ciclo em 1984 e finaliza em 2043. O nome do ano é proveniente da combinação dos dez Troncos Celestes (em mandarim Tian Gan, ou Tin Kon em cantonense) com os doze Ramos Terrestres (Di Zhi em mandarim, Tei Chi em cantonense). Assim a combinação entre os ciclos, um de dez anos (Tian Gan) e outro de doze anos (Di Zhi), leva sessenta anos para se completar, ao fim do qual se volta a repetir pela mesma ordem. Os dez Troncos Celestes (Cinco Elementos – Madeira, Fogo, Terra, Metal e Água, duplicados) combinam-se com os doze Ramos Terrestres (tantos quantos os animais que responderam ao chamamento de Buda: Rato, Búfalo, Tigre, Coelho, Dragão, Serpente, Cavalo, Cabra, Macaco, Galo, Cão e Porco) e é assim que os anos luni-solares chineses se formam.
Cada um dos doze animais do zodíaco é regido por um dos cinco elementos e por uma qualidade, yin ou yang e é dessa combinação que se transforma num tipo especial de animal, havendo para cada um, cinco diferentes subtipos, conforme o elemento a que está associado.
Este ano tem o Tronco Celeste, Bing (Ping), Fogo, combinado com o Ramo Terrestre Shen, que representa Macaco subindo a Montanha. Logo é o ano do Macaco e do Elemento Fogo e no ciclo de 60 anos corresponde ao 33.º ano do 78.º ciclo chinês indicado pela expressão Bing Shen (丙申, em cantonense Ping Shan), que combinados criam Água Dourada.

As ondas do Macaco

A 8 de Fevereiro de 2016 realizam-se as Festividades ao Novo Ano (Chunjié em mandarim, Tchôn Tchit em cantonense), quando se dá as boas vindas ao Ano do Macaco.
Como o Princípio da Primavera (Lichun) aconteceu quatro dias antes do início do novo Ano Lunar e o ano do Macaco terminará a 27 de Janeiro de 2017, logo sem contar o dia 4 de Fevereiro, o dia do Princípio da Primavera, diz-se ser um ano cego. É bom para viver em conjunto, mas não para casar, já que para a maior parte das pessoas, não trará descendência. Por isso deixe essa acção para ser realizada em 2017, que terá dois Lichun e ainda mais um mês intercalar.
As características do Macaco, inteligente e astuto, regulam o ano. Compreender-se no Espaço que ocupa, lendo o que à sua volta se passa pelos pormenores e não pela forma geral que imediatamente alcança, leva essa perspicácia a avaliar o momento com grande agudeza. Assim está para este ano regulado o Céu pelo Todo, nós, que é o estar englobados e não ser individualmente globalizados.
O Tai Sui, (em cantonense Tai Soi, o Deus que superintende o ano, de um ciclo de sessenta anos) que rege este ano lunar de 2016 é o Capitão Guan Zhong, que traz muitas e grandes ondas e significa mudança.
Os signos dos quatro animais que este ano estão bafejados pela sorte, são Búfalo, Porco, Cabra e Coelho. Para as pessoas dos signos chineses do Macaco, Rato e Galo, o Tai Sui deste ano não as vai ajudar e por não terem a estrela da sorte a protegê-los, devem preparar-se para dificuldades, mas o ano não será muito mau. Para os nativos de Tigre, Cavalo e Cão é um ano de grandes mudanças e para os de Serpente e Dragão, não vai haver alterosas vagas, será um normal ano.
O ano é de Shen = Macaco e Hóu = Fogo e assim teremos um ano de Fogo amansado pela Água criada em Bing Shen.
Tendo passado os três anos de Fogo, este ano de 2016, com Bing Shen criando água, começam os dez dourados anos, início de uma nova Geração.
Água e Fogo são o necessário para a criação, sendo por isso um ano para iniciar algo para os próximos dez anos.
É necessário voltar a encontrar uma direcção e para isso, é importante mudar o sentido do coração. Já não será o desejo de dinheiro, pois os ricos irão perder a força para realizar mais e os pobres, que não o têm e não importa o quão trabalham nunca o terão. Sente-se agora o que é deveras importante, a necessidade de ter um espírito de solidariedade fora da visão materialista. Este é o problema para o qual todos os governantes dos países irão tentar encontrar a solução. Mas até hoje não apareceu ainda alguém que se apresentasse para liderar as energias do mundo nessa direcção e esse, é o verdadeiro desastre do mundo actual.

Ano de Mudança

O ano de 2016 é de mudança, por isso de viagens, mudar de emprego e de casa, ou talvez emigrar. Há dois temas importantes para ter em conta. Uma acção terrorista, que pode acontecer em qualquer lado e a segunda, tomar cuidado com os meios de transporte e os locais para onde viaja e perceber se são seguros, ou se é uma zona sensível.
Baseado no Livro Di Mu Jing, o que ocorrerá no ano Bing Shen:
– de certeza haverá problemas com a água, porque Bing e Shen criam água.
– A agricultura vai sofrer com desastres naturais, o que vai trazer problemas para a alimentação.
– Epidemias trarão a morte a humanos.
No entanto, baseando nos Caminhos para Oeste, teremos o Macaco a proteger o Mestre do Dharma e não esquecendo que este é o primeiro dos próximos dez anos dourados, não teremos que ficar preocupados.
A estrela Wu Huang (Cinco Amarelos), que traz obstáculos, problemas e conflitos, está este ano localizada na direcção Nordeste, o que poderá significar problemas na Coreia do Norte e EUA. Já os Er Hei (Dois Pretos) Bing Fu (que representa doença) encontra-se na direcção meio, estando por isso o perigo baseado no Médio Oriente.
Há probabilidade de alguns desastres aéreos. Três grupos em Fogo, Americanos, Japão e EI e as armas de fogo estarão na ordem do ano. Este e o próximo ano são de guerra.
Os aparelhos eléctricos aumentarão a intensidade do Fogo e desequilibrarão o fogo que envolve o mundo. Ano para se ter muito cuidado com os olhos, por isso, não passe muito tempo defronte das máquinas cuja luz atinja os seus olhos e vaguei-os com a Luz que deles irradiam pelo vivo da Natureza.
Em 2016, o feminino ganha grande poder e mais países passam a ser governados por mulheres. Na Europa, vai ser um ano de assaltos e violações e os anjos tornam-se demónios.
Quando ao entrar no ano do Macaco, significa que já passaram os três anos de forte Fogo e este ano de água, significa que as coisas irão melhorar, mas será necessário muito cuidado com as epidemias (doenças, vírus…), continuando os desastres naturais, mas sem a força do último ano. Prevê-se grandes cheias, em rios e oceanos.
Os anos de Macaco são de terríveis tremores de Terra, como os ocorridos em Gansu a 16 de Dezembro de 1920 com 208 mil mortos e em 26 de Dezembro de 2004, acompanhado por tsunami no Oceano Índico, com 200 mil mortos. Para este ano de 2016, Outubro é preocupante no campo dos atentados terroristas e em Dezembro, com algo parecido com o que ocorreu em 2004, talvez para pior no campo dos tremores de terra, que segundo Li Ju Ming (Lei Koi Man em cantonense), a quem nos socorremos para preparar estas previsões, se espera que não aconteça.

Para tomar resoluções

Pelo calendário solar, as pessoas que nasceram no período compreendido entre:
– 19 de Fevereiro e 4 de Maio, precisam do Elemento metal. Meio ano vai ser bom e o outro meio menos bom. A melhor direcção é Oeste. Na Primavera e Outono, precisam de ter cuidado com os pulmões e coração. Entre os períodos de 4 de Fevereiro a 4 de Abril e 6 de Junho até 6 de Agosto, metal está muito baixo, logo estas pessoas devem ter muito cuidado com os investimentos, finanças e importantes decisões. Por isso, não tome decisões e guarde-as para o período auspicioso entre 8 de Agosto a 8 de Setembro. Deve evite tomar decisões entre as onze horas e as três da tarde, sendo o melhor período das 15 às 19 horas. Para quem está carenciado do Elemento Metal, as melhores cores são o branco e o dourado, a pior é verde, por isso use roupas com essas cores. Quanto à comida, bife e galinha são os melhores pratos.
– 5 de Maio e 7 de Agosto, tem carência do Elemento Água, mas comparado com os dois últimos anos, este ano vai ser melhor. Na Primavera e Verão a água rareia e por isso, deve nesse período manter-se paciente quanto aos investimentos, finanças e importantes decisões, sendo para tal entre 8 de Novembro até 3 Fevereiro de 2017 o período mais auspicioso. Durante a manhã não é bom tomar decisões, sendo o melhor entre as 15 e 19 horas e depois da 21 horas, quando a cabeça está mais clara. Não se esqueça de beba muita água todos os dias e vá nadar. Se possível viaje para Oeste de barco, o que lhe poderá trazer uma grande ajuda. As melhores cores para usar são o azul, branco e preto, devendo evitar o vermelho. Todo o tipo de peixe é bom para a sua alimentação e evite grelhados e pimenta.
– 8 de Agosto e 7 de Novembro, precisam do Elemento Madeira. A Primavera será o melhor período, assim como entre 8 Novembro a 6 de Dezembro. Já entre 8 de Agosto a 6 de Novembro não arrisque a investir e cuidado com a saúde. A direcção auspiciosa é Leste e Sudeste, devendo evitar o Nordeste. As melhores horas são as da manhã até às três da tarde e daí até às 19 horas é um mau período para tomar decisões. O verde é a melhor cor. Deve comer porco e vegetais.
– 8 de Novembro e 18 de Fevereiro de 2017, precisam do Elemento Fogo. De 8 de Novembro até 3 de Fevereiro de 2017 é um período de grandes ondas e por isso deve ter cuidado com os investimentos, finanças, decisões importantes e viagens. O melhor momento para realizar tudo isso é entre 6 de Junho a 6 de Agosto e de 9 de Outubro a 6 de Novembro. As melhores horas são entre as 9 e as 15 da tarde. Cuidado com os olhos, coração, sangue entre 6 de Maio e 4 de Junho. A direcção auspiciosa é Sudoeste e Sudeste. Viajar de comboio é uma grande ajuda. A melhor cor para usar é o vermelho e evite o preto. Coma carneiro, café, chocolate e beba vinho tinto, mas evite bebidas e comidas frias.
Lembre-se que só deverá expressar cumprimentos de Bom Ano, quando já estiver no Ano do Macaco.

10 Fev 2016

Venetian | Celebração de Novo Ano traz símios para a cidade

Tudo começou quando Mica Costa Grande e Sofia Salgado voltaram a Macau há uns anos atrás e decidiram ficar. Uma ideia nascida a partir da “Cow Parade” organizada pela primeira vez em Chicago em 1999, como Mica confessa: “vim cá para fazer uma exposição no MAM, lembrei-me disto, em 10 minutos desenvolvi um esboço de proposta, em duas horas mandei-a para vários casinos e 24 horas depois tinha uma resposta positiva do Venetian”. O primeiro evento funcionou por convites mas a partir do segundo os curadores resolveram começar a contactar associações artísticas que assim enviam os seus representantes, além de ainda contarem com artistas individuais, como Sofia Salgado nos adiantou que todos os anos “nos enviam os seus trabalhos e querem participar”.

Menos dinheiro mas muita exposição

Na sua totalidade este evento tem um orçamento de 800 mil patacas sendo que uma escultura custa cerca de 25 mil patacas a produzir em fibra de vidro e cada artista recebe quatro mil para gastar em materiais. “Não dá para muitas grandezas, mas fazemos o que podemos”, diz Bárbara Ian uma das participantes que este ano resolveu “fazer um bocado de moda” baseando-se na ideia das máscaras venezianas que, segundo a tradição, permitem ao utilizador agir de forma mais livre ao poder interagir com os outros livre dos limites da identidade e das convenções diárias. Outro dos artistas convidados foi o cartoonista Rodrigo de Matos que trouxe um macaco disfarçado de panda, baseado na ideia de “ser um animal querido na região e por estar em extinção”, adianta Rodrigo para passar a ideia que “todos nós somos pandas, todos somos animais em vias de extinção”. Relativamente ao montante recebido, Rodrigo acha que “chega para pagar os materiais mas é manifestamente insuficiente para pagar as nossas horas de trabalho”. Confrontado com a redução do orçamento e o valor recebido pelos artistas , Scott Messinger, vice-presidente sénior de Marketing do Venetian alega que “nós também lhes damos uma plataforma de exposição muito grande pois todos estes trabalhos são divulgados nas nossas redes sociais e nas nossas publicações que são globais. A nossa Cotai Style Magazine que está nos quartos do nosso hotel também é distribuída em Singapura e nas nossas propriedades de Las Vegas e Bethlehem, Pensilvânia, portanto os artistas têm uma grande exposição”, explica.

E um leilão?

Até hoje nenhuma das obras produzidas foi vendida. Confrontado com a possibilidade de organizar um leilão, Mica Costa Grande diz-nos que “faz sentido mas como sou de uma família de artesãos tenho muito medo do comércio. Já me falaram disso mas eu tenho muito medo que não funcione. Mas talvez este ano, porque tivemos um corte tão grande no orçamento possamos desenvolver alguma actividade comercial.” Uma opção que para Rodrigo “seria brilhante se pudéssemos ser mais recompensados pelo esforço”. Bárbara partilha as dúvidas de Mica interrogando-se sobre “quem iria ao leilão?”. Quisemos também saber o que o patrocinador Venetian pensa da ideia e a resposta de Scott Messinger não se fez esperar: “Adorávamos fazer parte de uma coisa dessas! Até poderíamos comprar umas peças nós mesmos. Temos aqui trabalhos excelentes e muitos têm a ver connosco.”
As peças vão agora estar expostas na Lagoa do Venetian, no Sands e, em breve, serão distribuídas por vários pontos da cidade como tem sido hábito nos anos anteriores para assim cumprirem a sua premissa de peças de arte urbana. Para o ano vêm os galos pois, a julgar pela conversa que tivemos com Scott Messinger, o Venetian continua interessado na aposta.

3 Fev 2016