Grande Prémio | Eléctricos querem corrida em 2019

Um par de protótipos de construção chinesa e motorização eléctrica estiveram expostos no paddock do Grande Prémio. O “Cotrends”, visto este fim-de-semana pela primeira vez fora da China Interior, é um dos carros que vai dar corpo ao futuro Campeonato Chinês de Carros Eléctricos, competição que tem o apoio da Mitime, uma subsidiária do Grupo Geely, a marca de automóveis chinesa que possui no seu portfolio a Volvo e a Lotus.

De acordo com CEO e fundador da Yi-Hood Racing, Leo Zhang, cuja empresa serve para promover esta primeira competição de automóveis eléctricos, o campeonato a ser lançado no próximo ano quer ter uma corrida em Macau. A prova no Circuito da Guia será, segundo o próprio, o final de um campeonato com seis provas e que juntará estes protótipos a carros de Turismo eléctricos.

Questionado pelo HM, em entrevista publicada no final da pretérita semana, sobre a eventualidade do Circuito da Guia receber uma prova de carros eléctricos num futuro próximo, o Coordenador da Comissão Organizadora do Grande Prémio disse: “A utilização de carros eléctricos em competição ainda é recente, mas vamos continuar a acompanhar o desenvolvimento deste tipo de provas.

Por enquanto, vamos continuar a apostar nas corridas com os carros tradicionais. Mas é claro que se houver um desenvolvimento muito interessante deste tipo de veículos, vamos avançar e criar condições para receber uma prova deste género.“

Os dois protótipos “Cotrends” que nos visitaram foram desenvolvidos pelo construtor automóvel chinês NIO, uma marca que quer roubar espaço ao mercado da Tesla e que este ano começou a ser negociada na bolsa de Nova Iorque.

Subscrever
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários