Galaxy | Prémio Lui Che Woo distinguiu três entidades internacionais

 

Oprémio Lui Che Woo, presidente da concessionária de jogo Galaxy Entertainment, distinguiu este ano três entidades internacionais com trabalho na educação de crianças desfavorecidas, redução dos impactos negativos de desastres naturais e condições atmosféricas adversas e para Hans-Josef Fell, nome ligado à energia sustentável. De acordo com um comunicado, os três prémios visam trazer reconhecimento aos “seus extraordinários esforços para superar grandes problemas no mundo”. Cada premiado recebe 20 milhões de dólares de Hong Kong, um certificado e um troféu.
O prémio Energia Positiva foi entregue à Pratham Education Foundation, uma organização não governamental (ONG) da Índia que visa a eliminação da iliteracia de crianças desfavorecidas.
O júri que concedeu o prémio a esta instituição considera que a ONG “contribui para a realização da literacia e ajuda directamente todos os anos um milhão de crianças a ter acesso ao ensino básico da escrita e da matemática”.
Trata-se da “maior ONG da Índia com foco na alta qualidade e baixos custos de intervenção em prol da redução das diferenças no sistema educativo”. “Através de modelos escalonáveis que dão grande ênfase a uma responsabilização orientada para os resultados, a Pratham consegue atingir um sucesso bastante influenciável no panorama educativo na Índia e não só, criando um modelo demonstrativo adaptável aos vários Governos”, aponta o mesmo comunicado.
Rukmini Banerji, presidente desta ONG, afirmou estar “surpreendido e agradecido por ganhar o prémio”. “É uma grande honra ganhar um prémio internacional que dá um grande apoio ao trabalho que a Pratham desenvolve na continuação da promoção da qualidade de educação de crianças com maiores necessidades”, frisou, citado por um comunicado.

Tempo e energia

O prémio Bem-estar Social foi entregue à Organização Meteorológica Mundial (OMM), pelo facto de promover “a redução do impacto dos desastres naturais”. Na visão dos jurados, a OMM “estabelece padrões e providencia uma estrutura para a cooperação internacional ao apoio 191 Estados-membros e territórios a implementar as políticas adoptadas, em prol de uma melhor monitorização, previsão e comunicação das condições meteorológicas a uma escala global”.
Para o júri do prémio, o “esforço permanente” da OMM “é fundamental para a redução da perda de vidas humanas devido a climas extremos ou outros incidentes naturais que têm ocorrido na última metade do século”.
Por último, o prémio Sustentabilidade foi entregue a Hans-Josef Fell, reconhecido mundialmente como a figura que mais tem promovido o uso das energias renováveis, tendo sido pioneiro nesta área desde os anos 70. Hans-Josef Fell criou a primeira comunidade de energia de produção solar em 1994, “tendo transformado o mercado da energia renovável e, de forma bem sucedida, lutou pela adopção da Lei da Energia Renovável no parlamento alemão”, um diploma que tem sido adoptado “mais de cem vezes em todo o mundo, contribuindo para mudanças nas práticas relacionadas com a energia renovável em todo o mundo”.
Os selecionados para o prémio Lui Che Woo são escolhidos apenas por convite, sendo que o período de nomeações para a edição 2019 do prémio começam em Setembro do próximo ano.

Subscrever
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários