PARTILHAR

Na sua primeira participação a tempo inteiro no Campeonato da China de Carros de Turismo (CTCC), em 2017, Rodolfo Ávila garantiu o vice-campeonato ao serviço da equipa oficial da SAIC Volkswagen. O piloto do território ainda não tem a época desportiva de 2018 definida, mas admite estar em negociações para repetir a participação no CTCC com a SV333 Racing.

Sem adiantar muito, Ávila revelou ao HM que, neste momento, está a “discutir a possibilidade de regressar ao CTCC com a SAIC Volkswagen”. O piloto da RAEM reconhece que “gostaria muito de continuar no campeonato depois da experiência do ano passado.”

Após duas provas com a SW333 Racing em 2016, o piloto de Macau foi convidado a fazer a temporada completa daquele que é o campeonato de automobilismo mais popular da República Popular da China ao volante de um dos quatro Volkswagen Lamando GTS oficiais. Com o objectivo único de ajudar a SAIC Volkswagen a triunfar no campeonato de Construtores, objectivo esse que foi cumprido, Ávila subiu por três ocasiões ao pódio, tendo terminado na segunda posição do campeonato e como melhor representante da equipa que contou em algumas provas com os serviços do campeão do mundo de carros de Turismo de 2012 e recordista de triunfos no Circuito da Guia, o inglês Rob Huff.

Tradicionalmente, só depois do Ano Novo Lunar é que as equipas do CTCC confirmam os seus pilotos, divulgam os seus projectos e iniciam o seu programa de testes de pré-temporada. O calendário do CTCC de 2018 ainda não foi dado a conhecer à imprensa, mas deverá compreender novamente oito eventos, em circuitos permanentes e citadinos, todos na China Continental.

Perninha nos GT

O piloto português do território teve algumas incursões nas corridas de GT o ano passado, conduzindo um Aston Martin Vantage GT4 no Campeonato da China de GT e um KTM X-BOW no campeonato GT Masters. No início do presente ano, Ávila testou no circuito malaio de Sepang o novo Audi R8 LMS GT4 e não descarta, de acordo com a sua disponibilidade, a possibilidade de voltar a correr em provas soltas dos campeonatos de Grande Turismo na região.

“Gostaria de fazer algumas corridas de carros de GT, porque as experiências e os resultados que consegui o ano passado foram interessantes”, esclarece, deixando claro que por agora não tem nada ainda em concreto, pois “terei que procurar oportunidades ao longo da época”.

Ávila tem uma vasta experiência em provas de GT, tendo vencido, ao volante de um Ferrari, o Asian SuperCar Championship em 2008, e sido vice-campeão da Taça Porsche Carrera Ásia em 2011.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here