Futebol de Sete | Desperdício leonino coloca meias-finais em risco

O Sporting de Macau mostrou-se muito perdulário diante do Ka I e com uma derrota por 2-1 fica a precisar de ganhar ao Benfica para sonhar com as meias do Torneio de Futebol de Sete.

O Ka I derrotou o Sporting por 2-1 e está a um “pequeno” passo de garantir a presença nas meias-finais do Torneio de Futebol de Sete. Na quarta-feira, no Canídromo, os comandados por Josecler não facilitaram, principalmente na altura de concretizar, e levaram de vencida os leões, numa partida equilibrada e bem disputada.

Para o Sporting o encontro era o primeiro de dois match-points para garantir o apuramento. Com a derrota, os jogadores treinados por Nuno Capela precisam de ganhar ao Benfica, em jogo que ainda não tem data definida. Já o Ka I conseguiu o triunfo que lhe permite estar novamente em posição de apuramento para as “meias”.

Na quarta-feira à noite, Samoel Ramosoeu foi o atleta em maior destaque, mas nem sempre pelos melhores motivos. O jogador apontou dois golos, mas foi também o responsável pela perda de bola que permitiu a Cissé marcar para o Sporting.

Apesar dos leões terem entrado melhor na partida, foi Ramosoeu que inaugurou o marcador, aos 16 minutos, colocando na altura o Ka I a vencer por 1-0. Já no segundo tempo, Cissé respondeu, aos 24 minutos, mas Ramosoeu emendou o erro, e aos 27 minutos fez o golo da vitória.

“O Sporting teve duas oportunidades muito claras de golo, creio que através de Fabrício. Mas por felicidade não sofremos golo, e depois conseguimos fazer o 1-0. O Samoel ainda teve depois uma jogada em que perdeu a bola que permitiu o empate, mas redimiu-se com o golo da vitória”, disse Josecler, ao HM.

“Foi um bom jogo e acredito que a vitória foi merecida. Era um jogo que precisávamos de ganhar para nos apurarmos e conseguimos. Pode haver outras leituras, mas acho que controlámos bem o jogo e agora que temos de ganhar à Polícia”, acrescentou.

Também o técnico do Sporting, Nuno Capela, reclamou o domínio do encontro, considerando que a equipa teve o melhor desempenho do torneio.

A equipa trabalhou bem e está de parabéns. Soube perceber o jogo, soube dominar, mas faltou marcar mais. Fomos infelizes, porque depois em situações em que devíamos ter sido mais agressivos a lutar pela bola sofremos dois golos”, explicou Nuno Capela, ao HM.

“Temos mais uma oportunidade diante do Benfica e acredito que depois desta exibição contra o Ka I, que a equipa sente que é capaz de jogar de igual para igual com qualquer equipa”, acrescentou.

Nos restantes encontros de quarta-feira referentes ao Grupo B, o Benfica superiorizou-se à Polícia A, com golos, ainda na primeira parte, de Carlos Leonel, aos 10 minutos, e Nikki Torrão, aos 16.

Cheng Fung e Kei Lun apurados

Antes dos jogos de hoje, Ka I, Sporting e Benfica estão na frente com seis pontos, seguidos por Polícia e Chiba, com um ponto, cada. Hoje, entram em acção no Canídromo, a partir das 18h30, Polícia A e Ka I, e às 19h30, Benfica e Chiba. Caso Ka I e Benfica ganhem os respectivos encontros, o jogo em atraso entre águias e leões torna-se decisivo para escolher a equipa que se junta ao Ka I nas meiasfinais.

No Grupo A, Cheng Fung e Kei Lun já garantiram o apuramento, depois de na quarta-feira, o Cheng Fung ter batido a Polícia B por 1-0, com um golo de Chao Long Hong, e selou o apuramento das duas formações. No outro encontro, Monte Carlo e Lam Pak empataram a uma bola.

Nesta altura, o Cheng Fung lidera o grupo com nove pontos, seguido de Kei Lun com seis pontos. Polícia B e Lam Pak estão nas posições seguintes, com dois pontos, sendo que os últimos lugares do grupo são ocupados por Sub-23 e Monte Carlo, com um ponto. Hoje o Kei Lun defronta os Sub-23, e o Lam Pak tem pela frente o Cheng Fung.

Subscrever
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários