PARTILHAR

Começou ontem em Taipé o julgamento do estudante universitário de Macau acusado de ter morto dois gatos. O rapaz, de 23 anos, foi agredido à saída do tribunal. Chan Hou Ieong, que foi detido no início deste mês, alegou que sofre de problemas psicológicos e não consegue controlar o ímpeto que tem de matar gatos. Confessou ter morto dois gatos na Formosa e, segundo a agência de notícias taiwanesa CNA, o tribunal elevou a caução para o equivalente a 50 mil patacas e proibiu o finalista da Universidade de Taiwan de abandonar a ilha enquanto decorrer o processo, que irá incidir sobre os dois casos. Entretanto, um dirigente da Universidade Nacional de Taiwan fez saber que a Comissão Disciplinar da instituição vai analisar o caso do aluno de Macau no final deste mês, já que este ainda não foi expulso. Associações de animais locais e testemunhas dizem que o jovem terá morto felinos também no território.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here