PARTILHAR

Os responsáveis do Jardim Zoológico de Nagoya, no Japão, solicitaram ontem uma investigação à criação do seu logotipo, da autoria de Kenjiro Sano, acusado de plagiar o símbolo dos Jogos Olímpicos Tóquio2020.
Os mesmos responsáveis, citado pela agência Kyodo, pediram esclarecimentos a Kenjiro Sano depois de se terem apercebido de que o símbolo do Zoo de Nagoya é muito semelhante ao do parque do Museu Nacional da Costa Rica, criado pelo ‘designer’ em 2013.
No sábado, Kenjiro Sano tinha apresentado desculpas por nova polémica de plágio numa campanha publicitária a uma cerveja sem álcool.
Em causa estava uma série de imagens da campanha que a MR Design, empresa de Kenjiro Sano, pediu à marca que comercializa a bebida para serem retiradas.
“Uma investigação interna revelou que tínhamos utilizado parcialmente criações concebidas por terceiros para algumas das nossas criações. Sinto muito por ter causado tantos problemas a todos os interessados. Estou consciente das graves consequências das minhas acções”, explicou Sano em comunicado.
Esta polémica surgiu pouco tempo depois de Kenjiro Sano e da sua empresa terem sido acusados de plágio no logótipo dos Jogos Olímpicos Tóquio2020.
No início de Agosto, o ‘designer’ belga Olivier Debie processou o Comité Olímpico Internacional (COI) para tentar impedir a utilização do logótipo dos Jogos Tóquio2020, por entender que este é um plágio de uma obra sua.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here