PARTILHAR

O preço de novos imóveis nas principais cidades chinesas manteve-se estável, em Julho, num momento em que o Governo continua a reforçar o controlo sobre o sector, informou ontem o Gabinete Nacional de Estatísticas (GNE) chinês.

As principais metrópoles chinesas – Pequim, Xangai, Shenzhen e Cantão – registaram, em média, um aumento dos preços de 0,2 por cento, em Julho, em termos homólogos, um crescimento 0,4 por cento inferior ao registado no mês passado, detalhou o GNE. Em Pequim, Cantão e Shenzhen os preços subiram 0,2, 0,6 e 0,5 por cento, respectivamente, enquanto em Xangai baixaram, face a Julho de 2017.

Segundo Liu Jianwei, estatístico do GNE, os governos locais continuam a intensificar o controlo para conter a especulação, visando promover “um desenvolvimento saudável do sector imobiliário”. Os preços de casas novas no conjunto das 31 cidades grandes ou médias do país aumentaram 1,1 por cento, em Julho, menos 0,1 por cento, face ao ritmo registado no mês anterior.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here