PARTILHAR
Family members and relatives pray at the entrance of Tham Luang cave while rescue personnel conduct operations to find the missing members of the children's football team along with their coach at the cave in Khun Nam Nang Non Forest Park in Chiang Rai province on June 26, 2018. (Photo by Krit Phromsakla Na SAKOLNAKORN / various sources / AFP) (Photo credit should read KRIT PHROMSAKLA NA SAKOLNAKORN/AFP/Getty Images)

O líder das operações de resgate do grupo preso numa gruta na Tailândia confirmou ontem que quatro das 12 crianças foram resgatadas, afirmando que a operação estaria temporariamente suspensa até à manhã de hoje.

O responsável e governador da região de Chiang Rai (onde fica localizada a gruta), Narongsak Osottanakorn, falava numa conferência de imprensa realizada no hospital para onde foram transportados os menores salvos até ao momento.

Segundo o governador, as equipas de resgate precisavam de pelo menos dez horas para preparar a próxima etapa da operação. “Está a ser mais bem-sucedido do que eu esperava. Todas as pessoas estão felizes”, declarou o governador, citado pelos ‘media’ internacionais.

Cinquenta mergulhadores estrangeiros e 40 mergulhadores tailandeses estão envolvidos na operação de resgate. Cada criança está a ser escoltada por dois mergulhadores.

No interior da gruta, na localização original, ainda permanecem oito menores e o treinador de futebol das crianças. A operação de retirada dos 12 jovens, com idades entre os 11 e os 16 anos, e do seu treinador de futebol, de 25 anos, presos numa gruta inundada no norte da Tailândia há 15 dias, começou ontem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here