PARTILHAR
O Presidente da Coreia do Sul iniciou ontem uma visita de três dias à Rússia, durante a qual vai debater com o homólogo russo a aproximação à Coreia do Norte e a desnuclearização do regime

 

Na primeira visita em 19 anos de um chefe de Estado sul-coreano à Rússia, Moon Jae-in vai discursar perante a Duma (parlamento), ao chegar a Moscovo, indicou em comunicado a Presidência da Coreia do Sul.

Na intervenção, Moon vai abordar o reforço das relações bilaterais e o aliviar das tensões na península coreana, na sequência das duas cimeiras entre Moon e o líder norte-coreano, e da histórica reunião em Singapura entre Kim Jong-un e o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Durante a visita, Moon tem previsto um encontro com o primeiro-ministro russo, Dmitri Medvedev, numa altura em que Seul pretende impulsionar a cooperação económica trilateral, entre as duas Coreias e a Rússia, parceira comercial de Pyongyang e interveniente nas antigas negociações a seis [Coreia do Norte, Coreia do Sul, China, Rússia, Estados Unidos e Japão] sobre o programa nuclear norte-coreano.

 

Diplomacia e futebol

No encontro de Moon com o Presidente russo, Vladimir Putin, a cooperação trilateral, em áreas como transportes ferroviários ou a distribuição de eletricidade e gás, deverá ser abordada.

“Espera-se que a visita ajude a promover a cooperação estratégica no nordeste da Ásia, no âmbito dos actuais progressos positivos em matéria de segurança e de esforços para conseguir a desnuclearização da península”, afirmou um dos directores de Segurança Nacional sul-coreano, Nam Gwan-pyo, à agência de notícias sul-coreana Yonhap.

O Presidente sul-coreano termina a visita à Rússia, no próximo sábado, com uma deslocação a Rostov para assistir ao jogo entre as selecções da Coreia do Sul e do México para o Mundial de futebol 2018.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here