PARTILHAR
Biblioteca Sir Robert Ho Tung

As bibliotecas públicas têm uma nova cara desde Dezembro. Através da iniciativa “Livros ao Sol 2015”, os espaços de leituras têm agora cantos dedicados à leitura aquecida, ou seja, locais especialmente desenhados para que os utilizadores possam ler à luz do sol. Esta iniciativa está patente até 15 deste mês e inclui um destaque especial para o programa “Livros Esquecidos”, que coloca em ênfase obras que raramente são lidas ou requisitadas.
Foram três as bibliotecas que aderiram ao projecto, incluindo a Sir Robert Ho Tung, perto de S. Lourenço, a Biblioteca Central – no Tap Seac – e a da Taipa, no Parque Central. Todos os cantos de leitura foram desenhados por arquitectos do território. A primeira tem a assinatura de Andre Lui Chak Keong, a segunda do atelier Che Hon e a terceira do profissional português Nuno Soares.

Biblioteca Sir Robert Ho Tung
Biblioteca Sir Robert Ho Tung

“O canto de leitura da Biblioteca Sir Robert Ho Tung foi desenhado pelo arquitecto local Andre Lui Chak Keong, o qual se inspirou nas concentrações festivas de eruditos da antiguidade junto aos rios, caracterizadas por um espírito fluído e despreocupado, usando as janelas para criar um elo entre o espaço de lazer e o jardim exterior e dando forma a um canto de leitura completamente diferente das funcionalidades originais do espaço”, conta o IC em comunicado.
A Biblioteca Central tem agora um espaço com uma “iluminação simples para contrastar e fazer sobressair diversas formas de papel”, enquanto a da Taipa está decorada com uma instalação. Os três espaços terão ainda patente uma exposição de fotografia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here