PARTILHAR

O empresário local Ng Lap Seng, acusado pela justiça norte-americana de ter subornado um ex-presidente da ONU, desistiu de ser julgado de imediato, como pediu num requerimento apresentado a 10 de Dezembro do ano passado. A agência Reuters avançou que, numa carta enviada há dois dias a um tribunal de Manhattan, um dos advogados de defesa de Ng não apresenta a justificação para a retirada do pedido, mas indica que o empresário sexagenário pretende ser julgado em separado dos restantes arguidos no processo. Ng Lap Seng lidera o grupo Sun Kian Ip e foi detido pelas autoridades dos EUA a 19 de Setembro de 2015.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here