UM | Alunos abrem lojas para pôr em prática empreendedorismo e gestão

Cursos, cursos, negócios à parte

Leonor Sá Machado -
16
0
PARTILHAR
Restauração, venda de lembranças e aluguer de bicicletas são agora os novos negócios de estudantes da UM, que gerem lojas para colocar em prática o que aprenderam com os cursos

A Universidade de Macau (UM) permitiu a abertura de quatro novas lojas no seu campus com o objectivo de ensinar aos seus alunos técnicas de Empreendedorismo e como gerir um negócio. De acordo com um comunicado, os alunos que criaram estes espaços dizem que “gerir uma loja no campus ajuda a pôr em prática os seus conhecimentos e promover o seu sentimento de pertença” à instituição.
A loja Creatist foi fundada por seis alunos – cujo nome alia “criatividade” a “artista” – e especializa-se na venda de lembranças da UM, localizando-se na Galeria E1 da Universidade. “Deparámo-nos com vários problemas na organização, gestão e promoção, mas apesar destes, vamos trabalhar bastante para lançar mais lembranças alusivas à UM para que os alunos se sintam mais integrados”, disse Lai, um dos criadores da loja. negócios

Outros serviços

A Umake, por outro lado, mora no Complexo Desportivo N8 da UM e vende postais feitos à mãos e snacks, o nome aludindo à fonética da anterior nomenclatura dada à Universidade: UMAC. Um dos co-fundadores, Cai, garante ter já aprendido “muito” com a abertura do espaço. O jovem estuda na Faculdade de Gestão Empresarial.
A terceira loja chama-se On the Run [Na Corrida, em Português] e promove a prática de uma vida saudável, gerindo serviços de aluguer de transportes sustentáveis, como bicicletas para andar no campus. Para os membros da Universidade, a On the Run também funciona como serviço de entregas.
“A nossa intenção é fornecer serviços de aluguer de bicicletas a baixo custo para estudantes, mas também uma oportunidade de estágio para outros alunos que também querem integrar esta indústria”, disse Li, uma das criadoras deste negócio.
Finalmente, surge a Miss U, loja dedicado à venda de snacks, com o intuito de dar aos alunos mais oferta ao nível da alimentação. Abrir uma loja deste género “sempre foi o meu sonho”, conta Wan, um estudante da Faculdade de Ciências Sociais, que parece ter visto nesta medida da UM uma oportunidade imperdível. “Agradeço sinceramente esta oportunidade e vou recolher opiniões dos clientes para continuar a melhorar o serviço”, destaca.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here