Epidemia | Sete casos confirmados em Macau com cenário estável

O Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus divulgou ontem que nas últimas 24 horas não foram registados novos casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus em Macau. No que diz respeito aos sete doentes já confirmados, estes continuam “internados na enfermaria de isolamento do Centro Hospitalar Conde de São Januário e não têm febre, sendo considerados como todos casos leves”.
Até às 15h00 desta quarta-feira foram analisados 114 casos suspeitos, incluindo os sete casos confirmados. A possibilidade de infecção com o coronavírus oriundo da cidade de Wuhan foi afastada em 101 dos casos, sendo que em seis casos os resultados dos testes ainda estão pendentes, aponta uma nota oficial.
O mesmo comunicado adianta que “quatro destes seis casos [dizem respeito a] residentes locais”, sendo que “após a avaliação foram definidos como pessoas de risco médio e a possibilidade de infecção foi excluída”. Além disso, no que diz respeito às outras duas pessoas, “uma é docente da Universidade de Macau e a outra é a filha que estiveram isolados em casa após terem chegado de Hubei no dia 16 de Janeiro”.
“Como manifestaram febre baixa foram enviados ao CHCSJ pelo Corpo de Bombeiros para aguardar os resultados do exame. Houve registo de 19 indivíduos que tiveram contacto próximo. Todos estão em observação médica”, acrescenta a mesma nota.
Um doente do sexo masculino, que faz parte dos dois novos casos confirmados em Zhuhai, tinha estado em Macau. Nesse sentido, “o Centro de Coordenação entrou em contacto com o Departamento de Saúde de Zhuhai para obter informações sobre o doente e está a acompanhar os locais onde este doente esteve em Macau”. Além disso, “o doente desenvolveu sintomas só depois de ter saído de Macau, ou seja, em princípio, os sintomas não se manifestaram durante a permanência em Macau”.

Subscrever
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários