Traficante de cocaína faz mais de 100 mil patacas numa semana

Um homem, oriundo de Hong Kong, foi detido depois de na segunda-feira ter sido apanhado a vender cocaína na Taipa. Segundo dados facultados pela polícia, o suspeito terá conseguido apurar 120 mil patacas ao longo de uma semana, valor que lhe rendeu 10 mil patacas de remuneração.

A investigação começou há uma semana a partir de informação de que haveria um cartel de tráfico de droga que iria enviar um homem para vender cocaína na zona centro da península de Macau. Segundo informação divulgada pela Polícia Judiciária (PJ), a droga estaria destinada a pessoas que orbitam em torno dos casinos.

Após investigação, as autoridades chegaram ao paradeiro do suspeito e na noite de segunda-feira, pelas 22h, acompanharam o táxi em que seguia até à Taipa, onde apanharam o sujeito, em pleno delito, a vender droga a outro homem.

Quando os dois suspeitos seguiram cada um o seu caminho, depois da transação, as autoridades fizeram as detenções separadamente. O alegado comprador tinha na sua possa três pequenas embalagens contendo, no total, 1,2 gramas de cocaína. O sujeito de Hong Kong tinha consigo oito pacotes contendo droga. O passo seguinte foi a busca ao quarto de hotel onde o suspeito estava hospedado. Aí, a PJ encontrou 29,78 gramas de cocaína e dinheiro.

Vender para pagar

De acordo com a investigação, o suspeito terá sido recrutado por uma organização criminosa para pagar dívidas. O indivíduo terá afirmado que foi instruído para usar plataformas online para vender o produto, algo que fazia em Macau há oito dias. Durante esse período, vendeu droga no valor de cerca de 120 mil patacas, que entregou à entidade que o “contratou” para o efeito. Por cada pacote de 0,3 gramas, o suspeito receberia 80 patacas e, até ao momento, já havia angariado 10 mil patacas.

Tanto o vendedor como o comprador acusaram consumo de cocaína nas análises a que foram submetidos e foram enviados para o Ministério Público sob suspeita de prática dos crimes de tráfico e consumo ilícito de estupefacientes e de substâncias psicotrópicas.

Subscrever
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários