SS e o Cometa Halley

Ontem o GCS publicou um comunicado dos Serviços de Saúde (SS) às 9h40 sobre dois casos de infecção colectiva de gripe. Foi um dos momentos mais belos a que assisti. Não por ter qualquer predilecção virosa, mas pela raridade do evento.

Apanhar um comunicado dos SS a horas decentes num dia normal de expediente jornalístico é um acontecimento que deveria encher os céus de Macau com fogo-de-artifício, música nas ruas, beijos apaixonados e sorrisos rasgados. Se o caro leitor tiver a felicidade de aceder ao GCS e fizer uma busca por SS desde o início do mês vai reparar num padrão.

Dos 30 comunicados lançados este mês (até ontem às 16h40), apenas a gripe das 9h40 de ontem foi publicada de manhã. Se incluirmos este caso no universo de publicações verificamos que dos 30 comunicados, 5 viram a luz do dia até às 19 horas, aliás, depois do sol posto. Depois das 21h foram publicados 15 comunicados. Metade! E depois há aqueles que são lançados depois das 23h. Este mês não é excepção, se fizermos uma busca ao ano inteiro vemos o mesmo padrão. Daí a beleza da manhã de ontem.

Ainda me lembro quando vi o Cometa Halley, estávamos no ano de 1986. Primeiro era só um risco sem importância a cruzar os céus, depois um cosmos de magia abriu-se quando percebi o significado da raridade a que tinha assistido. Quem nasceu depois de 1986, ou estava a olhar para o chão nesse dia, só pode ver o Halley em 2061. Veremos quanto tempo um comunicado dos SS vai demorar a dar a volta ao GCS até ser avistado de manhã. Não sei quanto tempo será preciso, mas quando acontecer será mágico.

Subscrever
Notifique-me de
guest
1 Comentário
Mais Antigo
Mais Recente Mais Votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Jorge
25 Nov 2019 14:49

Ó João, estás à espera de quê, num serviço que há quase 20 anos é dirigido por um incompetente que aparou todas as negociatas do gordo como o hospital da taipa!