Serviços de Saúde | Detectado caso de ‘legionella’

Os Serviços de Saúde de Macau diagnosticaram ontem um caso de ‘legionella’ no território, o primeiro do ano, e recomendaram medidas de prevenção para evitar a propagação da bactéria.

O caso foi detectado num homem, de 76 anos, turista proveniente da península coreana, “com antecedentes clínicos relacionados com doenças crónicas” e que se deslocou a Macau em visita a familiares, de acordo com um comunicado das autoridades.

“O estado do paciente é actualmente considerado normal”, sublinharam os Serviços de Saúde, acrescentando que “os cinco familiares com quem reside até ao momento não manifestaram sintomas semelhantes”.

Na mesma nota, os Serviços de Saúde informam que a bactéria vive, essencialmente, “em ambientes aquáticos naturais” e que “não se propaga através de contacto entre humanos ou pelo consumo de alimentos”.

A manutenção periódica dos abastecimentos de água é uma das medidas preventivas aconselhadas pelas autoridades.

A doença do legionário, provocada pela bactéria ‘Legionella pneumophila’, contrai-se por inalação de gotículas de vapor de água contaminada (aerossóis) de dimensões tão pequenas que transportam a bactéria para os pulmões, depositando-a nos alvéolos pulmonares. No ano passado, Macau registou cinco casos de ‘legionella’ no território.

Subscrever
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários