PARTILHAR

A Associação Geral Automóvel de Macau-China (AAMC) anunciou as linhas mestras das corridas de apuramento dos pilotos locais de carros de Turismo para a próxima edição do Grande Prémio de Macau.

 

Numa comunicação publicada online, a AAMC confirmou que a corrida da Taça de Carros de Turismo de Macau do 65º Grande Prémio de Macau vai ser composta por duas classes de carros – 1600cc turbo e 1950cc ou Superior – a exemplo do que aconteceu o ano passado.

Num ano em que os regulamentos técnicos não sofrerão alterações de relevo, os pilotos que ambicionem estar à partida da corrida de Novembro, independentemente da nacionalidade, têm que participar nos “Festival de Corridas de Macau”, organizados pela AAMC no Circuito Internacional de Zhuhai, nos fins-de-semana de 26 e 27 de Maio e 30 Junho e 1 Julho. As duas jornadas duplas de corridas são pontuáveis também para o Campeonato de Carros de Turismo de Macau (MTCS na sigla inglesa).

Este ano, os participantes têm que possuir uma licença de competição internacional válida, mas licenças internacionais de competição com validade de participação de uma só corrida não serão aceites. Esta medida não afectará os pilotos do território mas poderá ter implicação na participação dos pilotos menos experientes de Hong Kong que podem obter licenças internacionais provisórias através da sua associação automóvel.

A maior novidade em 2018 será mesmo a redução dos pilotos que sairão apurados dos quatro duelos a travar em Zhuhai. A nota emitida pela AAMC diz que “após os dois eventos com um total de quatro provas de cada classe realizadas, os 18 pilotos melhores classificados serão seleccionados para participarem na Taça de Carros de Turismo de Macau do 65º Grande Prémio de Macau.”

 

Todos juntos

Quer isto dizer que um total de 36 concorrentes serão apurados para a Taça de Carros de Turismo de Macau, habitualmente conhecida por “Taça CTM”, o número máximo de viaturas permitido nas grelhas de partida do Grande Prémio. O ano passado, o primeiro em que as duas classes do MTCS foram aglomeradas numa só corrida, após o fim da Corrida Macau Road Sport, foram apurados 25 concorrentes por classe, num total de 50 pilotos. Este número obrigou a qualificações separadas por classe no Grande Prémio e que eliminaram seis concorrentes por classe antes da corrida conjunta de domingo.

O formato da edição de 2018 da Taça de Carros de Turismo de Macau, no fim-de-semana do Grande Prémio, ainda não foi oficialmente divulgado, desconhecendo-se, para já, se as classes 1600cc turbo e 1950cc ou Superior terão qualificações independentes ou se os 36 participantes se qualificam em conjunto. A experiencia de 2017 de unir duas categorias, com bólides e andamentos tão discrepantes, não foi do agrado da generalidade dos pilotos.

No caso de desistências entre os concorrentes apurados, as vagas serão ocupadas pelos pilotos que obtiveram a melhor classificação seguinte na classificação geral em cada classe. O período de inscrições durará de 3 a 20 de Abril e o seu custo não foi alterado, mantendo-se nas 6000 patacas.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here