PARTILHAR

A filial azul-e-branca vai marcar o regresso ao desporto local com a participação no campeonato de veteranos. Os projectos para o futuro são comunicados esta noite ao sócios, num jantar de convívio.

O FC Porto em Macau vai apresentar aos sócios, esta noite, o projecto para a participação no campeonato local de veteranos, durante o jantar de celebração do Ano Novo Chinês. O evento está agendado para as 19h30, no Clube Militar, e tem na agenda a apresentação da situação do clube ao sócios, de acordo com Diana Massada, recém-eleita presidente da filial dos dragões no território.

“A nível do futebol temos uma equipa preparada para entrar no campeonato de veteranos, que é futebol de sete. Os treinos da equipa já começaram. Estamos também a trabalhar para ter uma equipa no campeonato Bolinha”, disse Diana Massada, ao HM.

“Na Bolinha vamos ter de começar pela 2.ª divisão. Mas queremos apresentar uma equipa com qualidade que possa dar luta aos adversários e defender as cores e o nome do FC Porto em Macau”, acrescentou.

Já o regresso ao futebol local e à 4.ª divisão só deverá acontecer na temporada de 2019. Eleita em Dezembro, mês em que começam as inscrições para os campeonatos de futebol, Diana Massada reconhece que não houve tempo para montar um projecto.

“O regresso à 4.ª Divisão será em 2019. Pareceu-nos a melhor decisão porque os actuais órgãos sociais tomaram posse quando já se estava na altura das inscrições”, apontou.

Sobre o regresso à Liga de Elite, onde actualmente militam Benfica e Sporting, Diana mostrou-se mais cautelosa: “Se quisermos pensar no futebol e em ir subindo de divisão, no médio prazo, precisamos de outro tipo de apoios e patrocinadores. Temos de ter capacidade para fazer face às despesas inerentes ao futebol e às modalidades”, justificou.

O futebol é um dos pratos principais do jantar de hoje, que vai servir para fazer um ponto da situação e apresentar os órgãos sociais. A presidente do FC Porto Macau admite também o apoio a outras modalidade, nomeadamente ténis, hóquei patins ou vela.

 

Casa-mãe entusiasmada

A reactivação da filial em Macau do FC Porto foi recebida com agrado pela casa-mãe. As duas partes têm estado em contacto e, apesar de ainda não haver nenhuma parceria concreta, no futuro, poderão ser desenvolvidos projectos ao nível da formação.

“Neste momento, estamos a desenhar um processo de formação infanto-juvenil com a casa-mãe. Após a tomada de posse, tivemos reuniões com o responsável das casas do FC Porto em Portugal, Alípio Jorge, que se mostrou entusiasmado com a reactivação da casa do FC Porto em Macau. A casa-mãe mostrou todo o seu apoio à reactivação”, revelou a nova mulher-forte do futebol azul-e-branco no território.

“Também tivemos reuniões com elementos ligados à administração, em que discutimos eventuais parcerias. Mas neste ponto ainda não há nada de muito concreto para apresentar”, admitiu.

A filial do FC Porto em Macau tem cerca de 90 sócios registados, contudo, está a decorrer uma actualização das listas. Também os mecanismos de comunicação com os sócios estão a ser melhorados, através da presença nas redes sociais.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here