Música | FIMM dá espaço aos jovens do território com “Bravo Macau!”

Um dos primeiros destaques do arranque do Festival Internacional de Música de Macau é a promoção de jovens talentos locais na área da música clássica. No sábado arranca a primeira de duas edições do “Bravo Macau!” onde o palco será dado às novas esperanças da cidade

As ideias por detrás do programa “Bravo Macau!” é dar a conhecer o desenvolvimento da música clássica local e mostrar o talento dos jovens que dão os primeiros passos no mundo musical. O primeiro concerto do 31º Festival Internacional de Música de Macau (FIMM) no âmbito deste ciclo de concertos acontece amanhã, às 20h, no Teatro Dom Pedro V.

A violinista Lo Cheng Io, a pianista Suiong Wong, a harpista Leong Cheok Wun e o violoncelista Ho Chun sobem ao palco da histórica sala para interpretar composições de Brahms, Saint-Saens e Schubert.

Lo Cheng Io é uma adolescente de 16 anos apaixonada pelo violino desde os seis anos de idade. Quanto completou 13 anos ganhou o primeiro prémio na Competição de Jovens Músicos de Macau e em 2014 arrebatou o prémio do Departamento de Assunto Culturais. Com um futuro promissor pela frente, Lo Cheng Io fez-se ao mundo e foi estudar para a Escola de Música de Manhattan onde aprofundou a técnica de violino sob orientação do Professor Nicholas Mann.

Outra das estrelas que actua amanhã é Suing Wong, uma pianista que tem um mestrado em performance de piano da New York University. Actualmente, Suing Wong é professora de música no Estado do Vermont e faz frequentemente tournées de concertos de piano.

Segundo acto

No domingo realiza-se outro concerto do “Bravo Macau!”, com a subida ao palco do Teatro Dom Pedro V, às 20h, da harpista Leong Cheok Wun e do violoncelista Ho Chun, que apresentam os seus dotes musicais numa noite dedicada às cordas.

Os jovens vão atacar obras compostas por Bach, Ravel, Takemitsu, Glass, Schumann, Dvorak e Prokofiev.

Leong Cheok Wun é harpista da Orquestra Sinfónica de Guangzhou e professora de harpa no Conservatório de Macau e figura entre o naipe de talentos locais que beneficia do Programa de Concessão de Subsídios para Estudos Artísticos e Culturais do Instituto Cultural.

Ho Chun é um dos membros da Orquestra da Universidade de Música e Artes Performativas de Gratz e participou em digressões com a Orquestra de Macau e a Orquestra Chinesa de Macau a Portugal e outros países da Europa como músico convidado. Ganhou numerosos prémios no Concurso para Jovens Músicos de Macau e no Concurso de Violoncelo China Egeu, tendo ainda vencido o Prémio Lótus da Direcção dos Serviços de Educação e Juventude de Macau.

Subscrever
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários