PARTILHAR

A Federação Internacional do Automóvel (FIA) comunicou esta terça-feira que a  Yokohama venceu o concurso de fornecimento exclusivo de pneus para a edição deste ano da Taça do Mundo FIA de Fórmula 3 do 64º Grande Prémio de Macau. Este é um regresso da marca japonesa a uma prova que está intrinsecamente ligada.

A Yokohama tinha o exclusivo de fornecimento de pneus para a corrida de Fórmula 3 desde 1983, a primeira edição, mas o ano passado, quando a co-organização do evento passou para as mãos da FIA, perdeu-o para a rival Pirelli. Apesar de estar na Fórmula 1, o construtor italiano não tinha, nem tem, qualquer presença na Fórmula 3, tendo a sua selecção causado espanto em vários quadrantes do automobilismo internacional. Não é do conhecimento público se a marca italiana de pneus participou no concurso deste ano.

Para encontrar a especificação ideal do composto a utilizar no Circuito da Guia, o construtor nipónico de pneus irá organizar uma sessão de colectiva de testes com as equipas e pilotos participantes. Este ano a Dallara, o construtor que tem o monopólio na fabricação de carros de Fórmula 3, apresentou um novo kit aerodinâmico que nunca foi utilizado em competição com pneus Yokohama.

A Taça do Mundo FIA de Fórmula 3 vai manter este ano o mesmo formato do ano passado, com duas sessões de treinos-livres, duas sessões de qualificação, uma Corrida de Qualificação, no sábado, e a finalíssima corrida de 14 voltas na tarde de domingo a encerrar o programa. A edição de 2016 foi ganha pelo português António Félix da Costa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here