PARTILHAR

As rotas marítimas entre os terminais do Porto Interior e da Taipa e do Porto de Wanchai, em Zhuhai, foram suspensas desde ontem, devido ao facto do nível de segurança do porto de Wanchai não corresponder aos critérios exigidos. A notícia foi avançada depois de uma fiscalização das autoridades da cidade vizinha.
Segundo um comunicado da Direcção dos Serviços dos Assuntos Marítimos e de Água (DSAMA), os Serviços de Alfândega receberam um aviso do Grupo da Cooperação de Passagem dos Postos Fronteiriços entre Zhuhai de Macau, apontando que o porto temporário de Wanchai – no activo há muitos anos – já não está satisfaz as normas de segurança, sendo que o seu uso “não é apropriado”.
“A utilização do porto fica suspensa desde dia 17, sendo que as rotas entre o porto de Wanchai, os terminais do Porto Interior e da Taipa são também suspensas até o porto de Wanchai entrar novamente em funcionamento”, lê-se num comunicado enviado à imprensa.
Lai, residente de Zhuhai, apontou ao canal chinês da TDM que é utilizador diário do ferry para Macau. O cidadão considera que a suspensão das rotas irá trazer muitos inconvenientes, explicando que esta cessação de serviço irá obrigar muitas pessoas a utilizar o posto fronteiriço das Portas do Cerco, o que implica mais tempo em filas.
A DSAMA esclareceu que, diariamente, circulavam 33 rotas transportando mais de dois mil passageiros. A direcção já pediu à empresa de ferry para colocar um aviso de suspensão das rotas, garantindo que vai manter uma comunicação próxima com a Alfândega e a Polícia de Segurança Pública (PSP). É sugerido aos residentes e turistas que escolham os postos fronteiriços das Portas do Cerco e do Cotai.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here