PARTILHAR

Omagnata dos casinos Lui Che Woo lançou na quinta-feira em Hong Kong um prémio internacional de cerca de 7,75 milhões de dólares norte-americanos para distinguir quem torna o mundo um sítio melhor e mais sustentável.
Com o valor de 60 milhões de dólares de Hong Kong, o “Prémio Che Woo Lui – Civilização Mundial” foi apresentado como o primeiro do género a nível mundial, por fazer um apelo global para um futuro sustentável, melhoria no bem-estar social humano e promoção da energia positiva. Cada uma destas três áreas terá um prémio anual de 20 milhões de dólares de Hong Kong.
O montante é superior ao do Prémio Nobel e Prémio Shaw, criado em 2002 pelo magnata da indústria cinematográfica Run Run Shaw, refere o jornal South China Morning Post (SCMP).
“Acredito que além da tecnologia, devemos enaltecer o ecossistema, a civilização e o respeito pelos outros”, disse Lui Che-woo, de 86 anos. “Espero que a geração [mais nova] possa gradualmente perceber como [pôr de parte] as diferenças e apreciar o mundo”, acrescentou.
Os primeiros vencedores vão ser escolhidos no próximo ano, altura em que o foco na categoria de desenvolvimento sustentável do mundo será a segurança no fornecimento da cadeia alimentar.
Já a categoria de melhoria de bem-estar social da humanidade estará centrada no tratamento e controlo de epidemiais, doenças infecciosas e doenças crónicas.
A última categoria – promoção de uma atitude positive em relação à vida – vai centrar-se em “indivíduos ou organizações cujos feitos inspiram e dão esperança a outros”.
Além de Lui Che Woo, o conselho do prémio inclui “nomes de peso” como o antigo chefe do Executivo de Hong Kong Tung Chee-hwa, a antiga secretária de Estado norte-americana Condoleezza Rice – que marcou presença na apresentação em Hong Kong – e o antigo presidente do Banco Mundial James Wolfensohn.
Lui Che Woo é o presidente do K Wah Group e fundador do Galaxy Entertainment Group, com presença em Macau.

Recuperação a dois anos, diz Lui Chee-woo

O magnata do jogo Lui Chee-Woo defende que o mercado do jogo, em queda desde Junho de 2014, estabilizou. Lui Chee-woo, em entrevista à BBC, afirmou que a situação está agora mais calma, mostrando-se optimista que a recuperação possa acontecer dentro de um a dois anos, cita a rádio Macau. Lui Chee-woo considera ainda que o abrandamento da economia chinesa vai permitir ao país seguir numa “nova direcção”. Para o empresário, na última década, a expansão da economia chinesa aconteceu de uma forma extremamente rápida e teve, agora, de abrandar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here