Futebol de Sete | Benfica e Sporting lutam por passagem às ‘meias’

Jogo entre rivais vai ter lugar hoje, no Canídromo, às 19h30 e é fundamental para decidir as equipas do grupo B que passam às meias-finais do Torneio de Futebol de Sete. Ambos os clubes apontam à vitória.

Benfica de Macau e Sporting de Macau defrontam-se esta tarde, às 19h30, no Canídromo num encontro que vai decidir a passagem às meias-finais, do Torneio de Futebol de Sete. Neste momento, e dependendo do resultado deste encontro, podem apurar-se no Grupo B para a próxima fase da competição as equipas que sobem hoje ao relvado e o Ka I.

No entanto, o técnico leonino, Nuno Capela, recusou ontem considerar que este é um encontro de “tudo ou nada”, em declarações ao HM.

“Para o Sporting não é um jogo de tudo ou não. É um jogo difícil contra uma grande equipa. Vamos procurar disputar o jogo e a passagem às meias finais”, disse Nuno Capela.

Ao longo do torneio, os leões tem mostrado dificuldades no momento da finalização, porém o treinador espera que esses problemas sejam finalmente ultrapassados.

“Temos de encontrar o equilíbrio entre marcar e não sofrer golos. Vou manter a mesma identidade da equipa, vamos procurar jogar o jogo pelo jogo, jogar bem e apostando num futebol de ataque”, sublinhou o técnico.

“Não vamos mudar a nossa forma de jogar porque precisamos de pontos. A matriz do clube é esta, futebol de ataque e rápido. Vamos manter essa mesma filosofia”, acrescentou.

Internacionais não preocupam

Ao contrário dos verde-e-brancos, o Benfica forneceu alguns dos seus jogadores à Selecção de Macau, que perdeu na terça-feira diante do Quirguistão. Contudo, o director técnico, Daniel Melo, declarou, ao HM, que não está preocupado com a questão do cansaço acumulado.

“Não vai ser um problema, por vezes até sentimos é que eles [os jogadores] tem falta de jogos deste tipo, de maior ritmo competitivo. Pode considerar-se uma sobrecarga física, mas faz sempre bem em termos anímicos”, afirmou Daniel Melo.

“Dentro das expectativas que existia, Macau até conseguiu dar uma boa réplica pelo que pode haver cansaço, mas também para evoluir os jogadores precisam de defrontar equipas com níveis mais elevados. Não vejo como é que isto possa influenciar o plantel de forma negativa”, explicou.

Por outro lado, este é um encontro em que o Benfica vai entrar desde início com a vitória em mente, apesar de poder dar-se o caso de ser apurado com uma derrota.

“A nossa abordagem é sempre a mesma. Com muito respeito pela outra parte, não temos outro pensamento que não seja entrar para competir e lutar pela vitória”, garantiu o director técnico do clube.

As duas equipas que se apurarem do Grupo B do Torneio de Futebol de Sete vão ter pela frente o Cheng Fung ou o Kei Lun, que já se apuraram para as meias-finais, através do Grupo A.

17 Nov 2017

Liga de Elite, 9ª Jornada | Análise do jogo Benfica-Sporting

Por João Maria Pegado

A liga elite chegou ao fim da primeira volta com o dérby lisboeta no Estádio de Macau. Dérbi que no entanto não foi como todos os adeptos gostavam de ter assistido ( Benfica 9 Vs 0 Sporting ). Acredito que nem os próprios adeptos benfiquistas ficaram extremamente contentes com este resultado. Mas o que estará estado na origem deste resultado tão desnivelado? As ausências de jogadores nucleares em ambas as equipas, com maior prejuízo para os Leões do território que não tem a mesma qualidade no seu plantel daquela que os encarnados apresentam.

No lado do Benfica não tivemos os goleadores Leonel Fernandes e Nicholas Torrão e o lateral esquerdo Chi Kin, sendo substituídos por Alison Brito, Vinícius Morais e Amâncio Goitia, jogadores que ainda não efectuaram muitos jogos este ano mas que têm muitos anos de liga elite e não seria por aqui que a estrutura do Benfica ia ficar mais frágil . No lado dos Leões as ausências dos reforços da Guiné Conacri , Iuri Capelo, Duarte Pinheiro Torres e o capitão  César Gibelino, retirou muita da qualidade e experiência à formação leonina tendo sido substituídos por jogadores muito jovens que pela primeira vez jogavam um derby. Este factores de juventude e inexperiência no lado do Sporting fooram determinantes para um resultado tão desnivelado aliado a um Benfica de Henrique Nunes, que desde do jogo com Cheng Fung aprendeu a lição e respeita o adversário e esse respeito passa por levar o jogo de forma séria do princípio ao fim.

Do jogo

Desde de início se percebeu as dificuldades do Sporting em conseguir ter bola e o plano de jogo de Nuno Capela ofensivamente passava muito pela activação da ligação Ema Maicon, Miguel Botelho ou Tony Lopes para tentarem os ataques rápidos atacando a profundidade nas costas da defesa encarnada. Mas a equipa de Henrique Nunes nunca deu possibilidade para essa ligação funcionar, com Cuco na marcação a Ema e os centrais bem subidos quase na linha de meio. A bola era recuperada ainda no meio campo defensivo do Sporting forçando os defesas leoninos a constantes ataques dos homens mais avançados dos encarnados que estavam muito perdulários na hora da finalização. Seria apenas uma questão de tempo e aos 12 minutos Edgar Teixeira inaugura o marcador e a partir daí vieram mais 4 até ao intervalo e mais 4 na segunda parte. Vinicius Morais (3 golos), Adilson Brito(2 golos), Chan Man(2 golos) e Ethan Lay (1) foram os marcadores. Destaque no Benfica para os 3 golos de Vinicius Morais, para a forma séria com que Edgar Teixeira encara todos levando os colegas atrás e para o desbloqueador através dos corredores que foi Chan Man.

No lado do Sporting uma nota positiva para o defesa central Eric Peres que demonstrou algumas dificuldades já na parte final mas que sem ele em campo o resultado poderia ser mais avolumado.

Outros encontros

Na sexta feira jogou-se o Kei Lun 5 vs 2 Policia, regresso do Kei Lun às vitórias acabando a primeira volta num excelente quarto lugar. No sábado para além do dérby, realizou-se também outro jogo grande entre o CPK 3 Vs 1 Cheng Fung. Jogo que só teve golos na segunda parte com a equipa de João Rosa a colocar-se em vantagem logo no começo dos últimos 45 minutos mas o CPK deu a volta ao marcador em 2 minutos a 15 minutos do fim pelo inevitável Diego Patriota a bisar.

No domingo e já sem Sadan o Monte Carlo 9 Vs 2 Lai Chi, mais um resultado desnivelado onde o Monte Carlo fez o seu trabalho mas voltou a sofrer golos. No último jogo da primeira volta teve lugar o KA I 4 vs 1 Development  Team.

Homem da jornada#77 Chan Man ( Benfica )- Foi um dos responsáveis pela grande intensidade posta pela equipa do Benfica no jogo frente ao Sporting. Jogador que já passou por Portugal e que deveria ter tido mais oportunidades no sul do País. Grande atitude competitiva aparece este ano mais disciplinado tacticamente no momento defensivo mas é no momento ofensivo que se destaca na qualidade dos seus cruzamentos. Neste jogo teve oportunidade para nos mostrar que evoluiu também ao nível da finalização com dois bons golos apontados.

11 Abr 2017